quarta-feira , 29 junho 2022
Capa » Notícias » Redes varejistas da área da saúde e beleza apostam em novos canais de venda

Redes varejistas da área da saúde e beleza apostam em novos canais de venda

Com a concorrência mais acirrada do que nunca, as tradicionais redes do setor farmacêutico e as especializadas em saúde e beleza estão buscando se reinventar para aumentar as vendas e, consequentemente, reduzir perdas financeiras geradas pela crise econômica. Esse é o caso, por exemplo, das marcas Natura e Boticário, que nos últimos anos passaram a investir intensamente na diversificação dos seus canais de venda, realizando a abertura de lojas físicas e disponibilizando seus produtos em grandes drogarias. No caminho inverso, a Contém 1g adotou a venda direta multinível, como forma de acelerar o crescimento.

Movimentos semelhantes também já podem ser notados nas principais redes farmacêuticas do país. Além de contar com as lojas físicas e o e-commerce, diversas drogarias decidiram ampliar suas possibilidades de receita ao adotar parcerias com marketplaces especializados. Marcas como Drogaria São Paulo, Drogaria Pacheco, Época Cosméticos, MultiKids, Darwin6, Corpo Suplementos, AZ Perfumes, DBestshop e Maconequi, recentemente decidiram disponibilizar toda sua linha de produtos no Farmácias APP, primeiro aplicativo que visa aglutinar reunir redes varejistas da área da saúde e beleza no país.

De acordo com Robson Michel Parzianello, sócio fundador e CTO do marketplace mobile, o atual cenário vem de encontro à tendência do varejo em geral: a multicanalidade. “O consumidor hoje é muito mais exigente. As empresas que não apostam nesse pilar e não investem nesta pluralidade de canais não conseguem renovar e atingir seus potenciais clientes de forma assertiva”, argumenta.

Ainda segundo o executivo do Farmácias APP, hoje para as marcas da área de saúde e beleza não bastam somente manter presença com lojas físicas e na web por meio do seu e-commerce. É necessário investir em plataformas mobiles, que possam oferecer uma experiência positiva e diferenciada, facilitando a pesquisa e compra no ambiente móvel. “Hoje, o brasileiro fica mais de três horas conectado no smartphone. Não é a toa que no ano passado as transações via mobile cresceram 70% no Brasil em comparação a 2015 e a categoria saúde/ beleza registrou a maior participação de vendas neste ambiente com 25% do total, conforme estudo da empresa global especializada em marketing de performance Criteo”, explica.

Parzianello afirma que 2017 será um período de consolidação para todo o setor. “Sem dúvida, as redes que souberem dominar e criar experiências verdadeiramente relevantes aos consumidores no ambiente mobile terão enorme oportunidade de se sobressair perante os concorrentes”, conclui.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores