quarta-feira , 24 abril 2024
Capa » Ciência contra a Covid » Nanotecnologia no combate à Covid-19

Nanotecnologia no combate à Covid-19


Poof, gel antisséptico à base de cobre nanoparticulado que elimina bactérias e vírus com apenas duas gotas, também é eficaz contra demais microorganismos, como a Varíola dos Macacos

Uma nova onda tem causado aumentos significativos dos casos de Covid-19 pelo Brasil. Hoje, graças à tecnologia, é possível encontrar produtos à base de cobre nanoparticulado que, em ação conjunta com as medidas sanitárias já existentes, se tornam potentes aliados no combate à doença. Exemplo disso é o Poof, gel antisséptico com cobre nanoparticulado que protege as mãos por até 24h. Seu nome remete à onomatopeia utilizada para ‘desaparecer’ – e é isso que o produto faz com as bactérias e os vírus. São necessárias apenas duas gotas para que as mãos fiquem 99,9999% protegidas dos microorganismos até a próxima lavagem com água e sabão.

Nos últimos anos, o nanocobre tem sido uma das nanopartículas que tem recebido a maior dedicação em pesquisas e esforços comerciais por sua vasta combinação e amplitude de características e aplicações para os mais diversos setores industriais”, comenta Lucio Coelho, CEO da empresa fabricante do Poof. “Para a criação do Poof, foram dedicados mais de 10 anos de estudo”, complementa ele.

Desenvolvido em parceria com a Nano Brasil, empresa voltada para a identificação e incorporação de oportunidades imediatamente aplicáveis no mundo da nanotecnologia, o Poof tem efeito biocida prolongado, diferentemente dos antissépticos já existentes no mercado. Além disso, não é inflamável, não é tóxico e tem ação hidratante. Também é hipoalergênico e indicado para pessoas de todas as idades. Por não necessitar de reaplicação constante, é um ótimo produto para quem usa transporte público ou passa muito tempo na rua, tocando em diversas superfícies possivelmente contaminadas, mas não substitui a lavagem das mãos com água e sabão.

Enquanto os produtos tradicionais matam vírus e bactérias no momento do uso, Poof segue com essa ação por até 24h. Além de ser um antisséptico de efeito imediato e prolongado, é um produto muito mais econômico do que os já existentes no mercado, pois ele rende até 15 vezes mais que o álcool em gel tradicional”, explica a desenvolvedora do produto, Cynthia Nara, pesquisadora, mestre pela USP, doutoranda da UFMG e Diretora Técnica da empresa.

Atuação do Poof na prática

A principal diferença do Poof para os géis antissépticos convencionais é ter, em sua fórmula,

partículas de nanocobre, que liberam íons de cobre durante sua utilização. Quando microorganismos e íons de cobre entram em contato, acontece a oxidação. Esse processo enfraquece a membrana externa das bactérias, fungos e vírus, fazendo com que a célula perca sua estrutura vital e morra.

O cobre nanoparticulado não é nocivo à saúde, muito pelo contrário. A eficácia antimicrobiana do nanocobre é tal, que uma presença mínima das partículas é suficiente para tornar o produto antibacteriano, antiviral, fungicida e algicida”, explica Cynthia. “Inclusive, ele pode ser utilizado, também, em loções para o corpo, desodorantes, cremes esfoliantes, sabonetes de glicerina, cremes de barbear e pós-barba, shampoos anticaspa e cremes dentais”, finaliza ela.

Poof está à venda no site do Magalu e nas Drogarias Araujo – lojas físicas de Belo Horizonte e e-commerce -, em embalagens de 30 ml, que rendem cerca de 150 aplicações, por R$ 9,60; de 60 ml, que rendem aproximadamente 300 aplicações, por R$ 14,90; e de 500ml, que rendem mais de duas mil aplicações, por R$ 29,90. Poof também está desenvolvendo uma linha profissional de assepsia para hospitais e laboratórios, que será comercializada em breve.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores