segunda-feira , 22 abril 2024
Capa » Notícias » Solução usa Inteligência Artificial para melhorar a produtividade de farmacêuticas

Solução usa Inteligência Artificial para melhorar a produtividade de farmacêuticas

Ferramenta criada pela Deepdive foca na capacitação da força de vendas por meio de plataforma de voz que simula cenários de interação com profissionais da saúde

Utilizar a Inteligência Artificial generativa como uma aliada para aumento da produtividade do time de vendas das indústrias farmacêuticas. Essa é a missão da Deepdive, empresa liderada pelo catarinense Eduardo Varela e que utiliza uma plataforma de voz para treinamentos de funcionários. Durante esse trabalho de capacitação, são simulados cenários de interação com profissionais da área da saúde, em que os propagandistas testam formas de abordagem, respondem a questionamentos e, ao fim, recebem um relatório com o que tem mais chances de êxito e também pontos a serem melhorados. 

Na avaliação de Varela, a nova plataforma pode revolucionar a forma como as indústrias farmacêuticas, que faturam cerca de R$ 200 bilhões por ano, realizam os treinamentos de seus funcionários em diversos setores, mas especialmente na área de vendas. Ele conta que, hoje, o processo de capacitação costuma ser realizado de maneira lenta e pouco produtiva, uma vez que exigem grandes encontros presenciais. Com o uso da plataforma, as capacitações podem ser realizadas remotamente e de maneira assíncrona e com maior frequência.

“O foco da nossa solução é melhorar os processos da indústria farmacêutica, por meio do treinamento e empoderamento de propagandistas e da força de vendas. A plataforma de voz permite a definição de objetivos das práticas de conversação, a criação de um programa de treinamento com personagens que simulam situações da realidade do negócio e, por fim, o recebimento de análises do treinamento realizado pelos colaboradores de maneira personalizada”, diz Varela. 

Essa é a segunda vez que o catarinense empreende no mundo da tecnologia. Entre 2017 e 2020, ele fundou e presidiu a Codenation, uma startup que oferecia programas para treinamento e seleção profissional. A ferramenta, na época, chegou a ser utilizada por grandes empresas como Itaú, QuintoAndar e Stone, que contratavam posteriormente parte da mão de obra capacitada. Em 2020, a Codenation foi comprada e incorporada pela concorrente Trybe, onde Varela atuou nos anos seguintes.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores