terça-feira , 22 outubro 2019
Capa » Notícias » O inverno está chegando! Saiba quais os 10 mitos sobre resfriado

O inverno está chegando! Saiba quais os 10 mitos sobre resfriado

O inverno está chegando e, junto com ele, as chances de pegar resfriado aumentam. Isto porque é comum que nesta época as pessoas fiquem em ambientes confinados, onde o vírus circula mais. Apesar de terem sintomas e sinais em comum, o resfriado é confundido com inúmeras outras infecções virais, principalmente a gripe, que é uma doença bem diferente.

 

No caso da gripe, os sintomas mais comuns são nariz entupido, espirros, tosse – que pode ser intensa e pode vir acompanhada de catarro amarelado -, dor de garganta, febre, rouquidão e dores de cabeça, lembrando que podem ocorrer complicações respiratórias como sinusite, traqueíte, pneumonia e insuficiência respiratória.

O resfriado, por sua vez, também apresenta sinais como nariz entupido e espirros, porém, a tosse costuma ser mais leve e, geralmente, seca, além de ser incomum que apareça febre. Neste caso, as complicações são raras, mas ainda assim podem evoluir para sinusite.

Junto com essas semelhanças, várias dúvidas e mitos sobre o resfriado surgem e tomam conta das crenças populares. Pensando nisso, o Dr. Jamal Azzam, otorrinolaringologista, responde as 10 principais questões envolvendo a doença:

Gelado causa resfriado?

O gelado pode ser sim um fator desencadeador de fragilidade do sistema respiratório e, assim, dá oportunidade aos vírus para que se proliferem no organismo afetado.

Vitamina C cura resfriado?

Não existe nenhuma evidência científica que comprove a ação da vitamina C como tratamento ou prevenção de resfriado. Entretanto, por ser uma vitamina hidrossolúvel, pode sim ser utilizada como coadjuvante no tratamento da doença.

Inalações com eucalipto ou “buchinha do norte” ajudam?

A recomendação médica é nunca usar inalações com quaisquer outros produtos que não sejam exclusivamente o soro fisiológico, a não ser especificamente prescritas por médico para o caso clínico em tratamento.

Antibiótico cura resfriado?

Como o resfriado é causado por um vírus, o uso de antibiótico não leva a nenhuma mudança no curso da doença.

Resfriado pode evoluir para gripe?

Resfriado e gripe são doenças diferentes, portanto uma não evolui para outra.

Quem tem rinite tem mais resfriados?

Isso não existe!  O problema é que, devido aos sintomas, crise de rinite se confunde com resfriado. Então é comum dizerem, erroneamente, que estão “sempre resfriados”.

Água oxigenada no ouvido cura resfriado?

Esta é uma conduta totalmente errada e totalmente reprovável. Não há nenhuma relação entre este procedimento e quaisquer efeitos no resfriado.

Dormir de cabelo molhado interfere no resfriado?

Sim. Interfere porque a friagem pode piorar as defesas do sistema respiratório e predispor até complicações como sinusite.

O melhor mesmo é um chá com mel, limão e alho?

Não existe nenhuma evidência científica de que chás curam o resfriado, apesar de poderem aliviar sintomas, como o mal estar, podendo ser usados como coadjuvantes do tratamento.

Quem tomou vacina da gripe não pega resfriado?

Os vírus da gripe e resfriado são diferentes, portanto a vacina da gripe não previne o resfriado.  Atualmente não existe vacina para o resfriado.

Prevenção

Explicados os principais sintomas e desvendados alguns dos mitos mais comuns envolvendo o resfriado e gripe, a prevenção é assunto de grande importância.

Dito isto, a melhor maneira é evitar a entrada do vírus no organismo. O ideal é sempre lavar as mãos, usar álcool gel e nunca passar a mão nos olhos, boca ou nariz quando tocar em objetos públicos, como corrimão de ônibus, metrô ou trem, maçanetas de portas, teclados e/ou mouse compartilhados, entre outros.

Além desses, evitar o uso do ar condicionado, tomar muita água, descansar o suficiente e ter um sono reparador, estão entre as principais maneiras de prevenção da doença.

DR. JAMAL AZZAM

Dr. Jamal Azzam é médico formado pela USP em 1986, com residência médica no Hospital das Clínicas de São Paulo. O especialista tem mais de 30 anos de experiência em atendimentos e cirurgias na área de otorrinolaringologia. Dr. Jamal atende crianças, adultos e idosos de ambos os sexos. É membro titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial e ministra palestras em diversos congressos nacionais e internacionais.

Site: www.jamal.com.br

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores