sexta-feira , 1 julho 2022
Capa » Notícias » Movimentação de materiais: como reduzir custos na indústria

Movimentação de materiais: como reduzir custos na indústria

Movimentação de materiais chega a representar 25% dos custos logísticos. Saiba o que a indústria pode fazer para reduzir este gasto

De todas as atividades possíveis dentro de uma indústria, certamente a movimentação de materiais entre os setores da linha de produção nem sempre costuma ser priorizada por todas as empresas. Entretanto, segundo especialistas, esta é uma atividade que pode representar até 25% de todos os gastos com logística. Segundo a diretora executiva da Rayflex, líder do mercado nacional de portas industriais, Giordania R. Tavares, pensar no espaço físico como parte integrante do processo logístico é fundamental.

Em constante movimento, a rotina e o ritmo de trabalho depende diretamente da forma como os insumos e produtos são armazenados e transportados dentro de uma fábrica. A movimentação de matérias-primas, por exemplo, do estoque para a linha de produção, do armazém para a área de docas ou ainda o transporte entre cargas no mesmo ambiente. “Desenvolver projetos personalizados pode garantir que não haverá perdas de produção, falhas de produtividade, contaminação e até mesmo acidentes durante os processos de fabricação”, afirma Giordania.

Planejamento como elemento chave

Um elemento importante que deve ser observado na construção de layouts para fábricas é o tipo de porta adequada para as atividades desenvolvidas. Na indústria alimentícia, por exemplo, é bastante comum a necessidade de resfriamento de alimentos e ingredientes. Para tanto, a implementação de câmaras frias se faz necessária para a preservação das temperaturas ideais em vários processos. Neste contexto, as portas rápidas para essa finalidade precisam ser desenvolvidas sob medida a partir de um projeto que deve considerar todos os aspectos técnicos,  reduzindo a troca de calor entre dois ou mais ambientes.

O mesmo vale para outros espaços, como no caso das salas limpas. Este é um termo utilizado para locais que precisam evitar a todo custo a possibilidade de contaminação, o que também é bastante comum na indústria farmacêutica, por exemplo. É por isso que as portas rápidas se destacam como uma ferramenta que auxilia ao longo de todo o processo fabril. “Às vezes, as portas rápidas são negligenciadas e até substituídas por opções mais baratas, mas é preciso ressaltar sua importância no auxílio de toda a cadeia produtiva, otimizando processos e reduzindo custos”, finaliza a executiva.

 Sobre a Rayflex

Criada em 1988, a Rayflex Industrial é líder do mercado nacional de portas industriais com fabricação nacional, atuante em todos os estados do Brasil e em alguns países da América Latina nas indústrias alimentícias, farmacêuticas, automobilísticas, metalúrgicas, agronegócio, além de armazéns e centros de distribuição independentes (logística), especializada em porta rápidas, portas para docas e niveladores de docas, desenvolvidos especialmente para isolamento e proteção dos mais variados ambientes industriais.  Para mais informações: https://rayflex.com.br

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores