terça-feira , 28 maio 2024
Capa » Notícias » Ministério da Saúde e Novartis renovam parceria em programa de prevenção e cuidados contra a hanseníase

Ministério da Saúde e Novartis renovam parceria em programa de prevenção e cuidados contra a hanseníase

Com o programa Roda-Hans, farmacêutica viaja o país levando atendimentos gratuitos, diagnóstico e capacitação de profissionais sobre a doença

São Paulo, abril de 2024 – Seguindo seu compromisso de promover mais acesso à saúde para todas as pessoas, a farmacêutica suíça Novartis, líder global em medicamentos e plataformas de inovação, acaba de renovar acordo de cooperação com o Ministério da Saúde para continuar realizando o programa Roda-Hans, carreta itinerante que atua como um centro de saúde móvel voltado para prevenção, diagnóstico e atendimentos gratuitos para tratamento de hanseníase.

A Hanseníase é uma doença que provoca lesões de pele e danos aos nervos, podendo causar deficiência física caso os pacientes não sejam diagnosticados precocemente e recebam o tratamento adequado[i]. Apesar de ser uma condição que tem cura e é conhecida pela humanidade há milhares de anos, ainda hoje a doença não foi eliminada, atingindo cerca de 200 mil pessoas no mundo, anualmente[ii]. O Brasil é o segundo país em número de casos: de acordo com o Ministério da Saúde, apenas entre janeiro e novembro de 2023, mais de 19 mil pessoas foram diagnosticadas com a enfermidade[iii]. No entanto, esse número pode ser ainda maior, pois, após a pandemia de Covid-19 o número de diagnósticos diminuiu cerca de 40%[iv].

A parceria com o governo brasileiro existe desde 2009. No ano passado, o programa Roda-Hans passou a contar também com o apoio da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que realiza capacitações sobre a doença, voltadas aos profissionais de saúde dos municípios por onde a carreta passa.

“Temos muito orgulho de ajudar no combate da hanseníase no Brasil com uma iniciativa que tem a capacidade de chegar em lugares de difícil acesso no país, onde muitas vezes faltam médicos, informações sobre a doença e atendimento adequado. Estamos completando 90 anos de legado no Brasil e é uma alegria anunciar que essa iniciativa seguirá alcançando mais estados e colaborando com a saúde dos brasileiros”, afirma Michelle Ehlke, Diretora de Global Health e Responsabilidade Corporativa na Novartis Brasil.

Para 2024, estão previstas ações nos estados de Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. No Espírito Santo, a iniciativa acontece entre os dias 22 de abril e 17 de maio, passando pelos municípios de Vitória, Linhares e São Mateus.

Combate à Hanseníase

Há mais de 30 anos, a Novartis tem trabalhado com parceiros em todo o mundo para eliminar a hanseníase. Desde 2000, por meio da Organização Mundial da Saúde, a Novartis já doou mais de 70 milhões de unidades de poliquimioterapia (PQT) avaliadas em aproximadamente 124 milhões de dólares, o que ajudou a tratar mais de 7,5 milhões de pacientes com hanseníase em todo o mundo, promovendo cura e interrupção da transmissão.

Além da hanseníase, a Novartis também atua no enfrentamento contra outras doenças negligenciadas, aquelas que se proliferam sobretudo em comunidades carentes ao redor do mundo, como dengue, doença de Chagas, malária e leishmaniose.

Sobre a Novartis

A Novartis está reimaginando a medicina para melhorar e ampliar a vida das pessoas. Como líder mundial em medicamentos, utilizamos tecnologias científicas e digitais inovadoras para criar tratamentos transformadores em áreas de grandes necessidades médicas. Em nossa busca por novos medicamentos, somos constantemente classificados entre as principais empresas do mundo que investem em pesquisa e desenvolvimento. Os produtos da Novartis alcançam quase 800 milhões de pessoas em todo o mundo e estamos encontrando maneiras inovadoras de expandir o acesso aos nossos tratamentos mais recentes. Cerca de 106 mil pessoas de mais de 140 nacionalidades trabalham na Novartis em todo o mundo. Saiba mais em https://www.novartis.com.br/.

[i] World Health Organization. Leprosy. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/leprosy Acesso em: 21/03/2024

[ii] World Health Organization. Leprosy. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/leprosy Acesso em: 21/03/2024

[iii] Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico Hanseníase 2023. Brasília, 2023. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/boletins/epidemiologicos/especiais/2023/boletim_hanseniase-2023_internet_completo.pdf Acesso em: 21/03/2024

[iv] The Lancet Regional Health – Americas. Impact of the COVID-19 pandemic on the diagnosis of leprosy in Brazil: An ecological and population-based study. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2667193X21001770?via%3Dihub Acesso em: 02/04/2024

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores