terça-feira , 27 fevereiro 2024
Capa » Notícias » Agência amplia leque de opções para tratamento de câncer de pulmão

Agência amplia leque de opções para tratamento de câncer de pulmão

Esta é a segunda indicação avançada para CPNPC e amplia o grupo de pacientes aptos para um tratamento baseado em Libtayo. Ampliando o leque de opções para o tratamento combinado com quimioterapia, independentemente dos níveis de expressão de PD-L1. • O CPNPC, é o tipo mais comum de câncer e pode afetar até mesmo pessoas que nunca fizeram uso de cigarro ou tabaco ¹.

Sao Paulo, janeiro de 2024 – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprova a aprovação regulatória para o uso do cemiplimabe (Libtayo®) em combinação com quimioterapia à base de platina para o tratamento de primeira linha de pacientes com câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC). A aprovação é indicada para pacientes com tumores que não apresentam mutações nos genes EGFR, ALK ou ROS1, localmente avançados ou metastáticos e não são candidatos à ressecção cirúrgica ou à quimiorradioterapia definitiva.2.

A aprovação teve como base o estudo EMPOWER-Lung 3 3, feito com 466 pacientes com diagnóstico de CPNPC avançados e sem mutações em EGFR, ALK ou ROS1 ou alteração no nível de expressão de PD-L1. Os dados do estudo apontam que a combinação de cemiplimabe e quimioterapia à base de platina mostrou uma redução relativa de 29% no risco de morte em comparação ao uso isolado de quimioterapia à base de platina.

O estudo evidencia que a sobrevida global média dos pacientes foi de 21,9 meses com a nova combinação versus 13 meses com a quimioterapia isolada (HR=0,71, P=0,014). Não foram observados novos sinais de segurança com o cemiplimabe.

O cemiplimabe já é aprovado pela Anvisa para um grupo de pacientes com carcinoma espinocelular cutâneo avançado (CSCC), carcinoma basocelular (BCC) e câncer cervical 4, além da indicação de monoterapia para CPNPC avançado desde maio de 2022. A aprovação representa um avanço significativo, permitindo a combinação do medicamento com quimioterapia à base de platina para uma abordagem mais eficaz para pacientes com qualquer expressão de PD-L1, o que pode beneficiar um grupo maior de pacientes em relação à monoterapia com cemiplimabe.

O cemiplimabe foi desenvolvido sob um acordo global de colaboração entre Sanofi e Regeneron. A partir de julho de 2022, a Regeneron se tornou responsável pelo desenvolvimento e comercialização global do cemiplimabe. No Brasil, o cemiplimabe é atualmente comercializado pela Sanofi em nome da Regeneron durante o período de transição.

Tipos de câncer de pulmão

O câncer de pulmão caracteriza-se por um tumor que se desenvolve no órgão e apresentam dois tipos mais prevalentes: o câncer de pulmão de células pequenas (CPCP) e o câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC)5.

O câncer de pulmão tem maior prevalência em fumantes e ex-fumantes5, mas também é o tipo de câncer mais comum quando avaliado em diagnósticos de câncer em geral, ou seja, também é mais comum em pessoas que não fumam 6.

O diagnóstico do câncer de pulmão nos estágios iniciais é crucial, pois uma vez que a doença progride ela pode atingir outros órgãos. O que torna o tratamento mais complexo. Os sintomas podem variar de acordo com o grau e tipo da doença. Por isso, é crucial buscar acompanhamento médico em qualquer que sejam os sinais e sintomas.

Sobre a Sanofi

Somos uma inovadora empresa global de saúde, movida por um propósito: buscamos os milagres da ciência para melhorar a vida das pessoas [we chase the miracles of science to improve people’s lives]. Nossa equipe, em cerca de 100 países, dedica-se a transformar a prática da medicina, possibilitando o impossível. Fornecemos opções de tratamento potencialmente decisivos e proteção vacinal essencial para milhões de pessoas em todo o mundo, ao mesmo tempo em que colocamos a sustentabilidade e a responsabilidade social no centro de nossas ambições.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores