sábado , 25 maio 2019
Capa » Boas Práticas » EXCLUSIVO: Diretor-geral da Sandoz no Brasil planeja lançamento de 42 produtos
EXCLUSIVO: Diretor-geral da Sandoz no Brasil planeja lançamento de 42 produtos

EXCLUSIVO: Diretor-geral da Sandoz no Brasil planeja lançamento de 42 produtos

O Portal 2A+Farma realizou entrevista EXCLUSIVA com Mariano De Elizalde, diretor-geral da Sandoz no Brasil. Ele falou sobre o mercado de genéricos e sobre os planos da empresa para 2019. Também destacou o compromisso da Sandoz com as Boas Práticas de Fabricação. Confira.

1. Faça uma análise de como foi o mercado de Genéricos em 2018.

O ano de 2018 no Brasil, para todos os mercados, foi marcado por uma instabilidade significativa. Para o setor farmacêutico, em especial, tivemos um início de ano mais lento do que o previsto. No primeiro semestre, houve o agravante da greve dos caminhoneiros, com impactos econômicos que afetaram todos os setores da indústria nacional.

Entretanto, os panoramas do começo de 2018 são diferentes dos de agora. Mesmo com o ano atípico, a expectativa é de crescimento forte para o mercado farmacêutico.

Se analisarmos o histórico da Sandoz Brasil, percebemos que nos últimos três anos, a companhia dobrou as vendas, crescendo acima do mercado em todos os anos, ampliando a presença nas farmácias e atendendo mais pacientes com medicamentos de alta qualidade.

Globalmente, só em 2017, as vendas da companhia atingiram os US$ 10 bilhões, alcançando mais de 500 milhões de pacientes.

Para 2018, estamos prevendo um crescimento de quase dois dígitos.

Uma recente conquista para Sandoz foi a inclusão do Exelon Patch, adesivo para tratamento do Alzheimer, no Sistema Único de Saúde (SUS), ampliando o acesso da população. Com mecanismo de ação transdérmica, o adesivo libera a medicação no organismo ao longo do dia e, por não ter absorção no estômago, gera menos efeitos colaterais para o sistema digestivo. Este adesivo proporciona maior praticidade ao cuidador, por conta da facilidade de manuseio e da garantia de que o paciente realmente recebeu a dose diária correta.

Fábrica de Cambé

2. Quais os planos da Sandoz para 2019, no que se refere à produção de genéricos?

A Sandoz é uma das líderes globais em medicamentos genéricos e biossimilares. Reforçando o compromisso com os pacientes em oferecer medicamentos de alta qualidade, desenvolvemos nossos produtos visando o acesso da população a tratamentos eficazes e de primeira linha.

No Brasil, a Sandoz possui atualmente 115 produtos no mercado em 242 apresentações. O mercado brasileiro é muito expressivo e ainda tem muito para crescer, e a Sandoz continua investindo fortemente. Para 2019, a companhia seguirá com foco no crescimento sustentável, potencializando as oportunidades do negócio e buscando melhorias e a excelência operacional. A Sandoz trabalhará incansavelmente para ampliar o portfólio de genéricos e biossimilares com objetivo de contribuir para o acesso à produtos de qualidade.

Para os próximos 5 anos, a expectativa é lançar 42 produtos, sendo 38 genéricos e 4 biossimilares.

Linha de produção

3. Qual o maior desafio em Boas Práticas de Fabricação para a produção de remédios e quais as soluções implantadas?

Os produtos da Sandoz Brasil são fabricados em uma rede mundial de plantas, principalmente europeias. No Brasil, conta com uma planta fabril, localizada em Cambé, interior do Paraná, com capacidade produtiva de cerca de 2,2 bilhões de comprimidos e mais de 100 milhões de cartuchos por ano.

Em 2017, inaugurou uma nova linha de produção de medicamentos sólidos na mesma fábrica para ampliar em 25% a capacidade de produção de genéricos. A nova linha fecha um ciclo de R$ 54 milhões em investimentos na expansão e melhoria da planta industrial.

A Sandoz, como parte do Grupo Novartis, tem um compromisso muito sério com a qualidade e isso permeia todo o trabalho da companhia. Não é uma obrigação única da área de qualidade. Manter uma cultura em que a qualidade faça parte de toda a cadeia produtiva é um grande desafio e concentramos esforços nisso.

Um exemplo é a campanha interna que visa a redução de erros humanos no processo produtivo. Os gestores ficam em contato com os colaboradores de forma constante a fim de incentivar a cultura de falar em qualidade e integridade de dados.

Sobre Mariano de Elizalde

Mariano De Elizalde é diretor-geral da Sandoz no Brasil. Há 15 anos no Grupo Novartis, o executivo assumiu o cargo em março de 2018.

Já comandou a Sandoz no México e na Argentina e atuou em diferentes posições dentro do Grupo Novartis, em países como Áustria e Alemanha.

De Elizalde é graduado em Farmácia pela Universidade de Buenos Aires, com MBA na Universidade CEMA (Argentina) e mestrado em Gerenciamento de Projetos na Universidade de Washington (EUA).

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*