segunda-feira , 22 abril 2024
Capa » Home » Controle de qualidade: quando e por que usar
Controle de qualidade: quando e por que usar

Controle de qualidade: quando e por que usar

Garantir a qualidade de um produto é focar na inspeção e na prevenção de erros. Você já pensou como esse conceito pode se encaixar na linha de produção de medicamentos de sua empresa?

Quando a sistematização dos processos de produção ganhou corpo na indústria nos anos 1950, o conceito de controle de qualidade ainda engatinhava. De lá para cá, muita coisa mudou e, felizmente, a tecnologia evoluiu favoravelmente à implementação de fluxos de controle mais seguros.

Recentemente, por meio da RDC 658, a Ansiva anunciou uma nova normativa que visa otimizar o controle de qualidade e rastreabilidade de medicamentos, com ênfase em:

– Digitalização dos processos de controle de qualidade para códigos 1D e 2D, incluindo padronização de aplicação, integridade; – Controle digital e online de níveis de medicamentos nos frascos (no caso de líquidos); – Controle digital e online de integridade de blisters.

Ou seja, novos desafios se avistam no horizonte! Então, voltando ao tema inicial deste texto, como garantir qualidade de processos? Aqui vão algumas dicas infalíveis que sua empresa pode seguir, não importando o tamanho ou potencial de investimento.

Boas práticas: Aqui, estamos falando de reforçar a cultura organizacional no sentido de implementar e valorizar boas práticas. Ou seja, além de tecnologias, o fator humano é fundamental por meio da conscientização de uso corretos de proteção, cumprimento de normas procedimentais (sobretudo em partes manuais das linhas de produção) e treinamentos.

Equipamentos e softwares: Juntamente com as boas práticas, o investimento em tecnologia é fundamental para implementar processos de controle de qualidade. Essas tecnologias visam minimizar o erro humano por meio da automação dos equipamentos e do uso de softwares com inteligência para detectar e prevenir erros.

Investimento

Você pode estar se questionando sobre o custo total de se investir em processos assertivos de controle de qualidade. De fato, dependendo a estrutura atual da empresa (por exemplo, se grande parte da linha for manual) esse custo pode ser alto. Todavia, é preciso lembrar que não apenas as diretrizes da Anvisa colocam pressão sobre a necessidade de adaptação das empresas no que se refere a esse tema, como também implementa processos regulamentados de controle de qualidade é condição sine qua non para expandir mercado, inclusive para exportação.

Especificamente no caso da SEA VISION, todas as nossas soluções de controle de qualidade são modulares e podem ser facilmente adaptadas às linhas atuais dos clientes – e expandidas conforme necessidades futuras, otimizando custos e viabilizando o investimento. Trata-se de um fator importante que tem influenciado positivamente no momento da escolha de nossa tecnologia, por empresas de diferentes portes do setor, aliado ao know how de nossa equipe técnica e comercial.

Uma questão é certa: com qualidade não se brinca e ter processos controlados pode ser o divisor de águas entre o sucesso ou fracasso de seu negócio.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores