sábado , 15 junho 2024
Capa » Artigos técnicos » Que em 2024, a Medicina Nuclear possa continuar sua expansão para os diferentes campos da sociedade

Que em 2024, a Medicina Nuclear possa continuar sua expansão para os diferentes campos da sociedade

*Dr. Rafael Lopes

Embora 2023 tenha sido repleto de desafios para a Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN), seus membros e colaboradores se despediram do ano com grande admiração pela jornada de superação e conquistas significativas. A comunidade da SBMN enfrentou desafios com determinação e encontrou maneiras de se adaptar e evoluir, solidificando sua presença e compromisso com a prática da excelência em medicina nuclear.

No ano que passou, a entidade obteve reconhecimento e remuneração para os médicos nucleares no procedimento de radioembolização. O tratamento foi incorporado ao rol da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em 2022, para o tratamento do hepatocarcinoma (forma mais comum de câncer no fígado). Porém, até então, não contemplava honorários.

Ademais, o 37º Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear, realizado em Porto de Galinhas, em Pernambuco, foi a oportunidade de troca de informações e atualizações na área, cujo tema principal foi o teranóstico, que tem ganho espaço no tratamento e diagnóstico do câncer de próstata.

Em 2023, a SBMN reforçou a importância e relevância do setor nuclear às mais altas autoridades, incluindo ministros de Estado e o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin. Merece destaque também a participação no fórum internacional de especialistas em medicina nuclear dos BRICS, que ocorreu na Rússia.

A entidade está comprometida em manter seu espírito colaborativo e de determinação para construir os caminhos para a medicina nuclear em 2024. Unida, a comunidade da SBMN é capaz de transformar os desafios em oportunidades e avançar rumo a novas conquistas. Olhamos para o próximo ano com a mesma resiliência e dedicação, prontos para enfrentar os desafios que fortalecerão ainda mais a especialidade.

Que 2024 seja um ano de avanços, crescimento e conquistas. Que nos impulsione ainda mais para um futuro brilhante que todos desejamos para medicina nuclear no Brasil e no mundo, com gratidão e otimismo.

* Dr. Rafael Lopes, cardiologista, médico nuclear e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN)

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores