sábado , 15 junho 2024
Capa » Artigos técnicos » Como está a cadeia de suprimentos do seu negócio?

Como está a cadeia de suprimentos do seu negócio?

Por Daniela Corumba*

Você já parou para pensar nas variáveis que poderia investir para o supply chain do seu negócio? E nem precisa ser genial. Às vezes sua ideia incrível está nas soluções mais simples.

Que tal apostar na criatividade para começar a criar seu próximo projeto de Supply Chain? A seguir deixo algumas dicas, confira!

Sustentabilidade

Este é um dos casos de uso queridinhos das cadeias de suprimentos. Ter uma tecnologia que permita que a sua organização mensure as emissões de gás carbônico já virou um clichê, então invista naquelas que te permitem mensurar de maneira integrada analisando impostos, cadeia produtiva e distribuição e, também, criar cenários de trade-off de savings versus crédito de carbono.

Visão holística

Este caso de uso é para aquelas cadeias de suprimentos que já não operam mais em silos, afinal já faz tempo que a supply chain não é mais uma área de suporte e, sim, contribuidora individual para uma organização mais eficiente. Se a sua cadeia de suprimentos já tem processos e tecnologia para influenciar os patrocinadores de outras áreas e, além de ser cobrada por redução de custos, também contribui para o P&L ativamente, essa visão é para você!

Transformação digital

Sua organização já entendeu que a área de supply chain é muito complexa e decidiu dar o passo de encontrar um fornecedor de tecnologia que seja parceiro para essa jornada de transformação digital. Os tempos de produção e sequenciamento dos fornecedores é crucial, os fornecedores estão espalhados mundo afora e existem diferentes impostos sendo considerados na importação das partes. Nacionalizar as partes envolve decisões com diferentes portos e tempos de desembaraço, a distribuição dos portos até as diversas plantas ainda é feita baseada no histórico. A continuação dessa história deixo por conta do seu nicho.

Resiliência

Sua cadeia de suprimentos é precavida e não corre o risco de ficar na mão por falta de ressuprimento do fornecedor de escolha. Sua organização esteve à frente e já criou uma pontuação de risco para os diferentes fornecedores e dividiu riscos ao criar cenários e imaginar as mais diversas situações de corte de fornecimento. Se a sua área de supply chain se identifica com esse caso de uso, sua empresa é resiliente nesse quesito.

Inovação

Sua equipe já entendeu que manter os armazéns organizados é fundamental para a fluidez da operação. E ela também já aprendeu que é possível fazer uso de tecnologia de desenho de supply chain para garantir a melhor movimentação das caixas considerando tempo, custos e disponibilidade de cada uma delas. Se a sua cadeia de suprimentos tem a pegada inovadora, confira mais detalhes de como transformar essa ideia em realidade para os seus armazéns.

Conexão

Sua cadeia de suprimentos não só colabora, mas também está conectada em processos, tecnologia e pessoas com o processo de S&OP colaborativo? Já mantém reuniões recorrentes para revisitar os motivos pelos quais o planejamento não foi realizado conforme esperado, aprende com esses erros e se remodela para o ciclo seguinte? Então avance para a próxima casa! Se não, pense nisso.

Tá sem ideia do que criar? Não se preocupe, escolha uma inspiração que tem tudo a ver com o seu negócio e mãos à obra!

Agora me conta, sua organização está preparada para lutar pelo seu lugar de honra e subir a régua do mercado?

*Daniela Corumba é Senior Value Solution Consultant da Coupa Software.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores