sexta-feira , 1 julho 2022
Capa » Notícias » Função dos filtros nos sistemas de despoeiramento industrial

Função dos filtros nos sistemas de despoeiramento industrial

Essenciais para o despoeiramento industrial, os filtros e a manutenção dos equipamentos são essenciais para garantir o tratamento dos gases e pós antes de serem lançados à atmosfera.

Os sistemas de despoeiramento, equipamentos destinados à captação e extração de quaisquer tipos de particulados do ar, originários de processos de produção, manuseio, descarregamento, peneiramento, embalagem ou outras ações que sejam responsáveis pela geração de gás ou pó nocivos, são fundamentais não só para a proteção do meio ambiente e colaboradores das indústrias, mas também para os próprios processos.  “A integridade e o bom funcionamento dos sistemas de despoeiramento dependem única e exclusivamente da vazão e eficiência da retenção de partículas”, explicou o engenheiro e projetista mecânico Marcelo Bernardini, especialista na fabricação de filtros para controle de contaminação ambiental e consultor pela MBS Services, no dia 17 de março, no “Abra Talks”, evento virtual mensal da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, que conta com o patrocínio do Grupo Supply Service.

Segundo o engenheiro, a vazão, geralmente, é determinada pelo tipo de ventilador escolhido e o tipo de meio filtrante usado. Já a eficiência da retenção depende somente do tipo de meio filtrante utilizado. “Por isso, a correta e periódica manutenção é fator determinante para o bom funcionamento dos sistemas de despoeiramento”, ressaltou.

Destacou que a saturação dos elementos filtrantes é monitorada por manômetros de pressão diferencial, também pode ser digitais com interface para softwares IoT, que medem a diferença de pressão entre a entrada de ar (poluído) e a saída de ar (limpo). “Estes limites de pressão são determinantes para efetuar manutenção ou troca dos elementos filtrantes”, explicou. Jatos de limpeza de ar reverso (sistemas jet pulse) são usados para adiar a saturação ao máximo. Estes sistemas contam com três elementos principais: válvulas solenoides, tanques de ar e tubos sopradores.

Durante sua apresentação falou também de outros tipos e características dos sistemas de despoeiramento, entre eles, os precipitadores eletrostáticos, que aspiram e captam o ar contaminado de ambientes fabris e fazem a retenção do particulado sólido através de cargas de eletricidade estática; filtros tipo ciclone, que captam o ar contaminado através de ventiladores axiais e realizam a separação de partículas através da força centrífuga e diferencial de peso; filtros de manga convencional, que captam o ar contaminado através de ventiladores axiais e realizam separação pela filtração mecânica, geralmente, usando feltro agulhado como meio filtrante e como estrutura interna, gaiolas de aço carbono ou aço inoxidável; e filtros de mangas plissadas ou cartuchos, que captam através de ventiladores axiais e separam as partículas do ar através de filtração mecânica, desta vez, utilizando como meio filtrante outros tipos de materiais, como poliéster spunbonded, celulose com resina, polipropileno spunbonded, entre outros.

Comentou que para cada aplicação, diversos fatores e variáveis são consideradas, entre eles, o tipo de pó a ser filtrado, quantidade emitida pela fonte e espaço físico para a instalação do sistema de filtros.

Os mercados de aplicação são diversos, como indústrias da fundição e usinagem, siderúrgicas, mineradoras, cimenteiras, farmacêuticas, químicas, alimentícias, papel e celulose, baterias e acumuladores, terminais logísticos e silos de grãos, cabines de pintura eletrostática a pó, entre outras.

Segundo João Moura, presidente da Abrafiltros “a diversidade das aplicações, exemplifica e sobretudo ratifica a importância desse tipo de sistema de filtragem para as indústrias”.

O “Abra Talks” contou ainda com as apresentações do engenheiro químico e especialista em Gestão Ambiental Urbana pela UFRN Pedro Galvão, que apresentou o tema “A importância dos filtros no saneamento”, e de Attilio Gioielli, PM & Technical Service Senior da Schaeffler Group Brazil.

O próximo “Abra Talks” acontecerá no dia 07 de abril.

Sobre a Abrafiltros:

Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial, tratamento de água, efluentes e reúso, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores