domingo , 21 julho 2024
Capa » Notícias » Subsídio de medicamentos para colaboradores pode reduzir a taxa de internação hospitalar em até 74%

Subsídio de medicamentos para colaboradores pode reduzir a taxa de internação hospitalar em até 74%

Uma em cada 10 pessoas pega dinheiro emprestado ou passa por alguma necessidade para custear medicamentos, levando ao abandono do tratamento

São Paulo, junho de 2024  A demanda reprimida de procedimentos médicos considerados “não urgentes” durante a pandemia da Covid-19 está reverberando no aumento de uso dos planos de saúde. Pesquisa da Vidalink, maior empresa de plano de bem-estar corporativo do Brasil, alerta como a boa adesão ao tratamento medicamentoso entre os colaboradores pode reduzir a taxa de internação hospitalar em até 74%.

Uma em cada 10 pessoas relata pegar dinheiro emprestado ou passar por alguma necessidade por causa dos custos dos medicamentos, segundo o estudo Coping with Prescription Drug Cost Sharing: Knowledge, Adherence, and Financial Burden, publicado na Health Services Research. Outro caso recorrente é iniciar o tratamento, mas abandonar no meio do caminho, novamente, por questão financeira. O entrave é justificado pelo cenário de inflação acima de 10% no final de 2021 que levou ao aumento acumulado de 11,5% nos preços dos medicamentos de 2022 a 2023. “O custo com remédios representa 40% do gasto médio das famílias brasileiras com saúde. A boa adesão à medicação consegue reduzir as internações dos pacientes, reconsultas e idas ao pronto-atendimento, por exemplo, que são fatores de grande impacto na sinistralidade”, declara Luis González, CEO e cofundador da Vidalink.

O subsídio para a compra de medicamentos tende a garantir maior recuperação na saúde dos colaboradores e reduzir o uso do plano de saúde ao longo do tempo. Com isso, há menos despesas com sinistralidade junto às operadoras. “Construir uma cultura que preza pelo bem-estar corporativo em seu sentido pleno é o primeiro passo para que os programas de benefícios tenham maior eficiência e beneficiem tanto o indivíduo quanto a empresa”, reforça Luis.

O estudo desenvolvido pela Vidalink acompanhou 15.306 pessoas com plano de saúde corporativo no período de um ano. Foram considerados dois públicos: boa adesão, entre pacientes que adquiriram medicamentos de uso contínuo por pelo menos 60% ou mais do período estudado; e baixa adesão, para aqueles que usam medicamentos por menos de 60% do tempo. Ao fornecer 50% de subsídio para medicamentos, a pesquisa aponta o aumento da boa adesão ao tratamento entre 1,8 a 2,6 vezes para pacientes com patologias crônicas (Diabetes, Hipertensão, Dislipidemia e Depressão).

A Vidalink lista 5 vantagens de investir no subsídio de medicamentos:

Maior produtividade: 

77% dos casos de perda de produtividade entre os colaboradores estão relacionados a problemas de saúde, conforme estudo da Population Health Management. Cuidar da saúde do quadro interno também é garantir alta performance no dia a dia, bem como evitar reposições de funções.

Redução dos custos de saúde

Como o subsídio para a compra de medicamentos diminui a incidência de internações e do adoecimento dos colaboradores, também leva à redução dos custos com sinistralidade junto às operadoras de plano de saúde. É uma forma de cuidar do bem-estar no ambiente de trabalho, sem comprometer o financeiro da empresa.

Adesão ao tratamento 

levando em consideração que a dificuldade financeira é o principal entrave para que a população brasileira dê continuidade aos tratamentos de saúde, colaboradores que contam com o incentivo do subsídio a medicamentos têm mais condições de seguir a prescrição do médico e, consequentemente, cuidar melhor da sua saúde. 

Diminuição do absenteísmo

Com um quadro de colaboradores que tem recursos para cuidar da saúde, a taxa de absenteísmo também tende a cair. Isso evita que a equipe seja desfalcada nas demandas do dia a dia. O subsídio também pode ser estendido para familiares do colaborador, já que problemas pessoais podem levar à sua ausência do mesmo modo. 

Aumento da satisfação interna.

Oferecer um plano de medicamentos, bem como demais iniciativas de saúde e bem-estar, são grandes indicativos de que a empresa se importa com os seus colaboradores. Tais fatores fortalecem a marca empregadora, bem como aumentam a taxa de engajamento e contribuem para a retenção de talentos.

Sobre a Vidalink

A Vidalink é uma empresa de bem-estar corporativo, que acredita que todas as pessoas têm um desejo natural de levar a vida de maneira saudável e equilibrada. Pioneira na combinação de humanização e tecnologia para oferecer uma nova geração de benefícios integrados para o colaborador em todos os sentidos: mental, físico, e também evolução pessoal e profissional, tudo em um mesmo aplicativo.

São mais de 250 clientes e acima de 4 milhões de usuários. Grandes marcas como Apple, iFood, Johnson & Johnson, Nestlé, PepsiCo, Salesforce, Tim, Vivo e Warner Bros já incorporam os benefícios da Vidalink no ambiente de trabalho.

Mais informações em: https://vidalink.com.br

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores