domingo , 3 julho 2022
Capa » Biotecnologia » Startup mineira participa de fórum de biotecnologia em Roma

Startup mineira participa de fórum de biotecnologia em Roma

A startup mineira SafeTest Diagnósticos é uma das participantes da 7ª edição do Italian Forum On Industrial Biotechology and Bioeconomy, o IFIB. O Fórum é realizado pela Associação Italiana para o Desenvolvimento das Biotecnologias, Assobiotec. O evento é destinado a empresas, institutos de pesquisa, universidades, investidores e startup de biotecnologia. O encontro acontece em Roma nos dias 5 e 6 de outubro e debaterá a bioeconomia, economia circular, biotecnologia, ciências da vida, agroalimentação, energia e biotecnologia marinha.

Para Janayna Bhering, CEO da SafeTest, o encontro é uma ótima oportunidade de mostrar a força do mercado brasileiro. “O Brasil tem um potencial muito forte na área de biotecnologia e isso precisa ser divulgado. O Fórum é uma oportunidade para estabelecer novas parcerias e potencializar a distribuição dos nossos produtos para alcançar o maior número possível de pessoas que precisam de diagnósticos rápidos para doenças”.

A startup também está participando da segunda edição do LEAP International, programa de aceleração exclusivamente para empresas brasileiras, em Vancouver, no Canadá. O programa é na aceleradora Launch Academy em parceria com a Dream2b, empresa que atua com a internacionalização de startups para o Canadá. Outra atividade na agenda da SafeTest, é a participação no encontro anual de investidores da NACO (National Angel Capital Organization), em Montreal, de 2 a 5 de outubro.

Sobre a SafeTest

Criada em 2016, a SafeTest Diangósticos mostra que é possível a integração entre ciência e mercado, unindo inovação e negócio. A empresa foi criada para atender à demanda do mercado por métodos rápidos e precisos para detecção precoce de doenças infecciosas como dengue, zika, febre amareila, sífilis, HIV, brucelose e febre aftosa. A empresa está estruturada em duas áreas de negócios focadas em diagnósticos humanos e animais (pet e grande porte/agronegócio).

A tecnologia usada pela empresa nos testes rápidos foi desenvolvida na UFMG, pela equipe dos pesquisadores e professores: Daniela Bartholomeu, mestre em Biologia Molecular, doutora em Bioquímica e Imunologia com pós-doutorado em genoma de parasitos. É ainda professora do departamento de Parasitologia/UFMG onde coordena o laboratório de Genômina de Parasitos. E Ricardo Fujiwara doutor e pós-doutor em Parasitologia, professor do Departamento de Parasitologia/UFMG e pesquisador colaborador da FIOCRUZ e foi licenciada pelo CTIT para a SafaTest.

Além da chancela de uma das melhores universidades do país, a SafeTest Diagnósticos já recebeu premiações e reconhecimentos do ecossistema de inovação. Entre os exemplos, ela foi a grande vencedora do BiostartupLab, programa que selecionou 21 empresas dentre 1200 inscritas de todo o Brasil, com atuação na área de ciências da vida, para participar de 2 meses de aceleração e validação do modelo de negócio. Além disso, ela participou do Biotech II, programa fomentado pela União Europeia que busca a capacitação de profissionais dos países membros do Mercosul em inovação tecnológica e com foco em biotecnologias.

SERVIÇO

SafeTest Diagnósticos no Italian Forum on Industrial Biotechnology and Bioeconomy (IFIB 2017)

Data: de 05 a 06 de outubro

Local: Roma, Itália

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores