quarta-feira , 20 janeiro 2021
Capa » Notícias » PTC Therapeutics destaca dados sobre o impacto da doença e a importância do tratamento para duas doenças raras

PTC Therapeutics destaca dados sobre o impacto da doença e a importância do tratamento para duas doenças raras

A deficiência de AADC associada à carga elevada e acumulativa de sequelas, demonstra necessidade de acesso a uma terapia eficazdemonstra necessidade de acesso a uma terapia eficaz

– Estudo sobre qualidade de vida do paciente e do cuidador revela impacto da mutação nonsense da distrofia muscular de Duchenne na vida real e reforça a importância do tratamento

São Paulo, janeiro de 2021 – A PTC Therapeutics, Inc. apresentou dados sobre duas doenças raras na Conferência Virtual ISPOR Europe 2020, que aconteceu entre os dias 16 e 19 de novembro de 2020. Os novos conhecimentos sobre o impacto da deficiência de L-aminoácido descarboxilase aromática (AADCd) e distrofia muscular de Duchenne causada por mutação nonsense (DMDmn) aumentam ainda mais a compreensão dessas doenças genéticas infantis raras e devastadoras e a necessidade e importância de tratamentos eficazes.

“A PTC tem trabalhado por mais de 20 anos com a comunidade de doenças raras para entender melhor o impacto dessas patologias nos pacientes e suas famílias”, diz Stuart W. Peltz, CEO da PTC Therapeutics. “Essas percepções são fundamentais para que os melhores tratamentos possam ser disponibilizados aos pacientes e a PTC está empenhada em garantir que os pacientes possam ter acesso a tratamentos clinicamente diferenciados”, completa.

A Deficiência de AADC, associada à carga elevada e acumulativa de sequelas, demonstra a necessidade de acesso a uma terapia eficaz

A AADCd é uma doença genética ultrarrara que causa incapacidades graves, necessidade de cuidados 24 horas por dia e elevada mortalidade(1). Atualmente, não há terapia modificadora da doença eficaz aprovada para pacientes com AADCd. O PTC-AADC (eladocagene exuparvovec) é o primeiro tratamento para AADCd sob revisão regulatória. O pedido de autorização de introdução no mercado foi submetido à Agência Europeia de Medicamentos (EMA) em janeiro de 2020, e o parecer do Comitê dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP) é esperado para o primeiro semestre de 2021.

Uma revisão de 66 relatos de casos de pacientes descobriu que os sintomas de AADCd que contribuem para grandes transtornos da doença, começaram desde o nascimento (em 29% dos casos) e se acumularam ao longo do tempo(2). Aos 6 anos de idade, 28% dos pacientes estavam tão gravemente incapacitados que experimentaram sintomas em seis domínios principais*.

Outros dados de 26 pacientes que receberam a terapia gênica experimental da PTC, a PTC-AADC, foram apresentados, incluindo dados de três ensaios clínicos com acompanhamento de um a nove anos, prevendo os benefícios a longo prazo e duráveis ​​da terapia(3), incluindo conquista de marco motor futuro, usando a pontuação da avaliação Peabody Developmental Motor Scales (PDMS-2).

* Seis domínios de sintomas da deficiência de AADC: Atrasos no desenvolvimento, distúrbios do movimento (por exemplo, crises oculogíricas, espasmos musculares), problemas com tônus ​​muscular (por exemplo, hipotonia), irritabilidade e problemas de sono, problemas de função autonômica (por exemplo, problemas com a regulação de processos involuntários do corpo, como função cardíaca e controle de temperatura) e problemas cardiovasculares / gastrointestinais / endócrinos / respiratórios.

Novos conhecimentos sobre o impacto do DMDmn e do tratamento a partir das perspectivas do paciente e do cuidador(4,5,6).

A DMDmn é um distúrbio genético raro e fatal que resulta em fraqueza muscular progressiva desde a primeira infância e leva à morte prematura em meados dos 20 anos de idade, devido à insuficiência cardíaca ou respiratória(7). A PTC fornece acesso a dois dos primeiros medicamentos aprovados para DMDmn no mundo.

Este primeiro estudo qualitativo conhecido que avaliou a sobrecarga do paciente e do cuidador na vida real, mostrou que a DMDmn tem um impacto substancial e multifacetado tanto no paciente quanto nos cuidadores, incluindo consequências físicas, emocionais, sociais e temporais(4,5,6). Como parte da pesquisa, vários cuidadores relataram uma mudança positiva na condição de seus filhos após o início com atalureno e, subsequentemente, uma melhoria na qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS)(4,5).

“Essas descobertas reforçam a importância de tratamentos que supram a grande necessidade não atendida na distrofia muscular de Duchenne e os benefícios vitais que os tratamentos também podem fornecer para famílias e cuidadores. Ao melhorar os sintomas, reduzir a perda de função ou retardar a progressão da doença, os tratamentos têm o potencial de impactar positivamente a qualidade de vida relacionada à saúde de indivíduos, famílias e cuidadores que convivem com DMD”, diz Sarah Acaster, Pesquisadora Principal da Acaster Lloyd Consulting Ltd (ALC).

Cadastre-se para receber as matérias também via WhatsApp

Portais de Notícias 2A+

Conteúdos exclusivos, matérias, entrevistas, artigos, eventos e muito mais todo dia, a qualquer momento, para fazer de você o seguidor melhor informado.

Jornalismo feito por Jornalistas.

Integramos os elos entre a indústria, os fornecedores, o varejo e o consumidor. A Qualidade que seleciona seguidores de Qualidade.

Os fornecedores que prestigiamos são os nossos anunciantes.

Faça network com o mercado, não disperse tempo e dinheiro, anuncie conosco. Quem tem poder de decisão está nos Portais 2A+. 

The best way to access the Brazilian life sciences industry market.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores