segunda-feira , 15 agosto 2022
Capa » Notícias » Por que reciclar o vidro é tão importante?

Por que reciclar o vidro é tão importante?

Reciclagem colabora com redução de energia e emissão de CO2

O vidro está presente na vida das pessoas mais do que se pode imaginar: garrafas, copos, garrafas, copos, potes, frascos de remédios, perfumes. Composto essencialmente por areia, barrilha e calcário, o vidro pode ser reciclado infinitamente.

Em razão de todos os benefícios atrelados e da importância do reaproveitamento desse material, a Organização das Nações Unidas (ONU) determinou que 2022 é o Ano Internacional do Vidro, pensando em cada vez mais introduzir a pauta desse tipo de reciclagem na sociedade.

Benefícios para meio ambiente

O Panorama do Saneamento Básico no Brasil, monitoramento comandado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, mostra que o vidro representa 5% de toda a composição do lixo sólido do mundo. Está atrás de papel e papelão (17%) e do plástico (12%).

A destinação correta das embalagens de vidro é uma prática de extrema importância para o meio ambiente, uma vez que o recipiente pode ser reciclado inúmeras vezes sem nenhuma perda durante o processo, enquanto a destinação incorreta pode ocasionar um processo de decomposição desse material.

A vantagem de ser totalmente reciclável faz com que contribua na diminuição da poluição ambiental, preserve o meio ambiente, alivie a sobrecarrega de lixões e aterros sanitários, diminua a quantidade de vetores de doenças, além de contribuir para geração de empregos. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 400 mil pessoas vivem da reciclagem de resíduos do lixo.

Apenas com a utilização de cacos para a produção de novas embalagens já são reduzidos o consumo de energia no processo de fusão, extração de recursos naturais e a emissão de CO2, ou seja, colabora com a preservação da natureza. Estima-se que a cada 10% a mais de caco utilizado na produção de novas embalagens de vidro, é possível reduzir 5% de CO2 emitidos e 2,5% no consumo de energia no processo de fabricação.

Baixo índice de reciclagem no Brasil

O processo de reciclagem do vidro se torna ainda mais importante quando apresentam-se os dados de reciclagem no Brasil, que ainda apresenta baixíssimos percentuais de reaproveitamento quando comparado a outros países. A Bélgica, por exemplo, apresenta uma taxa de 98% de reaproveitamento de todo o vidro que o país consome.

No Brasil, entidades setoriais estimam em cerca de 25% das garrafas de vidros são recicladas, enquanto 75% vão para aterro, aumentando a sobrecarga do local e custo para prefeituras.

Projetos em curso

Muitas indústrias e entidades setoriais têm promovido ações práticas em torno do aumento da circularidade do vidro. Um dos exemplos é o da Verallia, uma das líderes na fabricação de embalagens de vidro para alimentos e bebidas do mundo. A companhia, que possui três plantas industriais no Brasil, possui uma séria de ações voltadas para aumentar a circularidade do vidro. Uma delas é o  projeto Vidro Vira Vidro, que tem como objetivo a instalação de centenas de PEVs (pontos de entrega voluntária) em diversas cidades para incentivar e aumentar a coleta de vidro para reciclagem.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores