terça-feira , 20 outubro 2020
Capa » Medicina » Pandemia aumenta em 18% o consumo de antidepressivos, diz pesquisa

Pandemia aumenta em 18% o consumo de antidepressivos, diz pesquisa

Considerada por estudiosos como uma das doenças mais incapacitantes do século, a depressão tem batido recorde no consumo de medicamentos segundo uma pesquisa recente divulgada pelo New York Post.

Os números apontam que houve uma elevação de 18,6% para depressivos apenas entre 15 de fevereiro e 16 de março, de acordo com a organização Express Scripts, responsável pelo gerenciamento da emissão de receitas das farmácias. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão será a doença mais incapacitante em 2020, sendo que só no Brasil, os números já ultrapassam a casa dos 12 milhões de pessoas com a doença.

Para o farmacêutico homeopata Jamar Tejada (Tejard), da capital paulista, o número de adeptos à medicação alopática assusta. “Para aliviar os sintomas, os antidepressivos elevam os níveis de serotonina, o que melhora o humor e a disposição. No entanto, há efeitos negativos sobre a saúde de todos os processos normalmente regulados pela serotonina que podem ir desde problemas com a função sexual, digestivos, sangramento anormal e até acidente vascular cerebral em idosos”, alerta.

O especialista lembra que, uma depressão nunca tem causa única, e por isso não pode ser tratada apenas com uma descarga de medicamento, como no caso dos antidepressivos. Para Jamar, todos os sintomas precisam ser tratados um a um, para eliminar a raiz do problema. “A homeopatia vai buscar a fundo cuidar das causas e sintomas mais evidentes até que todas sejam sanadas. A partir desse ponto, vamos trocando a medicação até conseguir o melhor equilíbrio e graças a repetição do medicamento ensinamos o corpo a reagir de forma menos exuberante aos estímulos do dia a dia, por isso o tratamento pode demorar mais do que um calmante – lembrando que o objetivo da homeopatia não é ser paliativa, mas sim curativa”, diz.

Jamar lembra ainda que em qualquer idade e momento da vida é possível obter um tratamento homeopático de alta eficácia, baixo custo e, o mais importante: com a ausência de efeitos colaterais.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores