domingo , 29 março 2020
Capa » Medicina » Novembro Azul: homens são os mais atingidos pelo câncer de pele

Novembro Azul: homens são os mais atingidos pelo câncer de pele

Entenda as causas e formas de prevenção da doença.

Por muito tempo, os homens negligenciaram diversos aspectos relacionados à saúde. Diversas doenças acometem mais o público masculino, principalmente pela falta de prevenção. Entre elas, está o câncer de pele. Por esses e outros motivos, a campanha Novembro Azul recebe apoio das entidades de saúde em todo o Brasil, envolvendo ações que estimulam os homens a buscar cuidar bem de sua saúde. Para se ter ideia, de acordo com o Ministério da Saúde, apenas 37% dos homens possuem o hábito de se proteger contra os raios ultravioletas.

A dermatologista, membra da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Joana Barbosa, ressalta que os raios emitidos pelo sol são os conhecidos raios ultravioleta (ou raios UV) que, quando entram em contato diretamente com a pele, podem causar diversas complicações de saúde. Entre eles, o principal é o temido melanoma, mais conhecido como câncer de pele. “Por isso, a proteção é extremamente importante, principalmente, em um país tropical como o Brasil”, completou.

Cuidados

Barbosa indica que, como de costume, o protetor solar é o principal aliado no combate às doenças de pele. “É importante lembrar que a aplicação precisa ser feita da maneira correta. O produto deve ser utilizado em toda a camada da pele, inclusive nas articulações, pescoço e partes supostamente escondidas, como o dorso do pé, palmas das mãos e outras. Além disso, o ideal é passar de 2 em 2 horas ou, quando estiver em praias ou clubes, antes e depois de entrar na água”.

Além do protetor solar, o uso de chapéus, bonés e tecidos com proteção UV ajudam a defender o rosto e toda a extensão do corpo. “Para quem trabalha ao ar livre ou gosta de praias e outros passeios durante o dia, esses objetos são ótimos aliados”, orientou.

Especialista

Outra ação fundamental para prevenir o câncer de pele é a visita regular ao dermatologista. “O público masculino, costumeiramente, tem o hábito de procurar o médico apenas em último caso. Isso deve ser banido do dia-a-dia. É preciso conscientizar sobre a importância de visitar médicos de todas as especialidades frequentemente para manter a saúde em equilíbrio”, destacou.

Fonte: Joana Barbosa, médica dermatologista e membra da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É responsável pela clínica Dermax, em Belo Horizonte. (www.drajoanabarbosa.com).

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores