quinta-feira , 21 novembro 2019
Capa » Automação » Monitoramento ambiental: entenda quais são os ganhos para a indústria
Monitoramento ambiental: entenda quais são os ganhos para a indústria

Monitoramento ambiental: entenda quais são os ganhos para a indústria

Muitas características definem uma empresa de sucesso. Qualidade, criatividade, preço, produtividade. No entanto, principalmente na indústria, a capacidade de controlar o ambiente de produção é uma dessas vantagens que não se fala muito, mas que faz toda a diferença para influenciar em todos os outros aspectos da rotina.

Quer entender melhor o impacto do monitoramento ambiental? Como ele pode ser implementado e que benefícios traz para a empresa? Então acompanhe este artigo para entender mais sobre o assunto. Boa leitura!

Qual a importância do monitoramento ambiental?

Antes de conversarmos sobre aplicação prática desse monitoramento, queremos dar um passo atrás e definir bem a importância dessa discussão.

Na maioria das cadeias produtivas dentro da indústria, o local (um escritório, um chão de fábrica, um estoque) sempre se beneficia de condições otimizadas, constantes e estáveis de ambiente.

Estamos falando principalmente de temperatura, umidade e pressão, os fatores na nossa atmosfera que mais influenciam na durabilidade, forma e comportamento de um objeto — seja um produto, um equipamento, um insumo.

E esse impacto, negativo ou positivo, pode ocorrer por alterações mínimas no recinto. Pode ser um grau de temperatura, 5% a mais de umidade. São mudanças que o ser humano tem muita dificuldade de perceber devido a nossa capacidade de se adaptar rápido a condições diferentes.

É aí que entra o monitoramento ambiental. Entram nesse conceito sensores que acompanham esses valores em diversos aspectos em tempo real, podendo perceber e alertar sobre diferenças mínimas no considerado normal para aquele local.

Em um mercado que valoriza cada vez mais a otimização de processos e a excelência na produção, ter esse tipo de controle fino sobre diferentes partes da indústria pode ser a chave para ganhar uma vantagem extra sobre a concorrência.

Sem contar que, com o investimento em automação para esse acompanhamento, a empresa adquire esse potencial sem precisar desprender profissionais com rotinas repetitivas de medição para normalizar um ambiente.

Se o que uma indústria busca é consistência e eficiência em toda a sua cadeia produtiva, então criar condições homogêneas em sua linha pode ser o primeiro passo nessa direção.

Quais os principais exemplos de onde e como esse monitoramento deve ser utilizado?

Depois de definir bem o monitoramento ambiental, dá para estender a sua importância ao enxergar sua utilização na prática.

Existem vários cenários em que esse investimento é de extrema importância. Entender como e por que dá uma boa ideia de como essas características podem se estender para diversas outras aplicações na indústria. Veja alguns exemplos.

Ambientes de temperatura controlada

Este é o uso mais antigo, comum e necessário do monitoramento ambiental na indústria. Desde que nos tornamos capazes de criar ambientes controlados para conservar produtos e insumos, precisamos garantir que não haja instabilidade nessas condições.

O mais notável caso aqui são os freezers. Poder definir uma temperatura e mantê-la constante tornou possível o processamento industrial de alimentos que se perderiam muito rápido em condições normais.

Armazenamento de produtos sensíveis ou perecíveis

Mas não é apenas o congelamento que se beneficia desse monitoramento. Pense em quantos produtos, alimentares ou não, podem ser perdidos quando expostos a altas temperaturas, alta umidade, níveis de pressão acima do esperado.

O interessante de pensar aqui é que o acompanhamento automatizado pode ir muito além do armazenamento.Máquinas, processos e caminhos pelos quais esses produtos passam precisam da menor variação possível de condições para garantir sua qualidade do início ao fim da cadeia.

Esse, por exemplo, é um dos grandes argumentos em favor do investimento para automatizar o controle ambiental. Sensores que conseguem se comunicar do início ao fim da produção podem fazer leituras melhores dessas variações e garantir a constância e a eficiência que você precisa.

Indústria farmacêutica e Biotechs

É mais do que claro que empresas que trabalham com medicamentos e insumos biológicos precisam garantir condições ideais de ambiente o tempo todo e com o máximo rigor possível — principalmente em áreas limpas para evitar contaminação durante o manuseio.

Aqui, estamos falando de décimos de graus, de casas decimais na porcentagem de água na atmosfera. É por isso que o avanço desse setor específico vem criando grandes demandas por sensores mais modernos, precisos e eficientes, que acabam sendo de muito proveito para toda a indústria.

Departamentos de TI e data centers

Se existe uma categoria de equipamentos que perde muito de sua performance e vida útil devido às condições ambientais, são os computadores e servidores.

Além de estragarem fácil em um lugar com muita umidade, são máquinas que geram muito calor e, por isso, precisam estar em um local que não permita que isso vire um ciclo positivo de aumento de temperatura.

Nesse caso, os monitores são o apoio que a empresa precisa para extrair o máximo de performance e de retorno da tecnologia que adquiriram.

Museus e arquivos

Outro exemplo interessante que foi muito beneficiado pelo avanço dos sensores de monitoramento foi a preservação de documentos e objetos históricos.

Dependendo do formato, como papeis, telas, rochas, obras de arte e registros importantes são muito suscetíveis ao tempo.

Assim, o monitoramento ambiental é uma forma de criar esse ambiente ideal para preservar e também para acompanhar a estabilidade do local 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Quais são os benefícios em investir no monitoramento ambiental automatizado?

Os exemplos que demos são apenas alguns dentre as tantas formas que a indústria e outros setores já encontraram para se aproveitar dessa tecnologia.

Mas por que você deveria investir em monitoramento ambiental? Independente da natureza produtiva da empresa, algumas vantagens são garantidas para quem aposta na solução. Veja quais são elas a seguir.

Cumprimento de leis e regulamentações

Empresas que lidam com produtos e insumos orgânicos estão sempre sujeitas à regulamentação e à fiscalização de órgãos competentes do governo (como a ANVISA) para garantir a saúde da população.

É um processo necessário e importante, mas que exige bastante controle das empresas sobre procedência, armazenamento e manuseio desses elementos — conforme RESOLUÇÃO-RDC Nº 304, de 17 de setembro de 2019.

Os sensores automatizados aqui são uma garantia e podem até servir de registro para prestação de contas em qualquer dúvida levantada sobre a linha produtiva.

Dar mais durabilidade aos ativos

Comentamos sobre equipamentos eletrônicos acima, mas não são só eles que se beneficiam de um ambiente controlado.

Máquinas no chão de fábrica, dentro do escritório, em estoques e até veículos da empresa podem ter sua durabilidade comprometida quando em contato constante com condições não adequadas de temperatura, umidade e pressão.

Portanto, a aquisição de monitores não pode ser vista como um custo, mas um investimento: ele vai ajudar a empresa a conservar e economizar na utilização de equipamentos em todas as áreas.

Checagem de dados em tempo real

Falando mais sobre a parte de automação no monitoramento ambiental, é interessante apontar que as melhores soluções no mercado são integradas em sistemas de controle e conseguem se comunicar por conta própria, em tempo real.

Assim, gestores têm visão total e imediata sobre as condições na linha de produção, no escritório do administrativo, no armazenamento de insumos, etc.

O grande benefício aqui é poder agir rápido. Se alguma coisa sair do normal, em instantes você identifica o local, a causa e sabe o que fazer para corrigir o problema.

Controle de riscos

Mais importante do que agir rápido quando um problema surge é prevenir que ele aconteça. Com os dados coletados por um sistema bem implementado de monitoramento, os responsáveis pela garantia de qualidade conhecem melhor os riscos da produção e conseguem tomar decisões baseadas em um equilíbrio entre eficiência e segurança.

Reformulação de espaços produtivos

Como esse balanço pode ser alcançado? Uma das grandes vantagens de monitorar constantemente um ambiente é entender melhor o comportamento das peças que criam as condições ótimas para a produção.

Muitas vezes, a disposição do espaço pode estar contribuindo para o aumento da temperatura, variação da umidade, instabilidade nos valores. Um exemplo claro é ter uma máquina que produz muito calor ao lado de outras que se beneficiam do frio.

E isso não é um detalhe. A configuração de uma linha industrial pode ter um impacto gigantesco em custos de produção, capacidade produtiva e qualidade do produto final.

Apoio estratégico para otimização

O que isso tudo que falamos até aqui significa? Que a implantação de um sistema do tipo é sim fundamental para controlar e normalizar ambientes produtivos, mas é também uma questão estratégica.

Todo tipo de dado coletado em uma empresa pode ser somado à inteligência do negócio. Nesse caso, as medidas com metodologia fixa, registros em tempo real e acompanhamento ao longo de um período maior podem trazer informações importantes sobre como a empresa pode se transformar para ser mais competitiva.

Isso vai desde o investimento em máquinas mais eficientes, passando pela reorganização do ambiente até os insumos mais adequados para cada situação.

Pense nisso: todas essas características hoje definem o sucesso de uma empresa. Com os equipamentos certos, com ajuda especializada no planejamento e implantação desse sistema, com uma visão estratégica do controle adquirido por ele, o monitoramento ambiental se torna uma arma importante para o futuro.

Fonte: Rigor Automação 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores