sábado , 20 julho 2019
Capa » Biotecnologia » InGTec recebe trabalhos para Seminário de Rotas Tecnológicas da Biotecnologia

InGTec recebe trabalhos para Seminário de Rotas Tecnológicas da Biotecnologia

O InGTec (Núcleo de Pesquisa em Inovação, Gestão Tecnológica e Competitividade) e o Supera Parque de Inovação e Tecnologia, abriram inscrições para a submissão de trabalhos para o VII Seminário sobre Rotas Tecnológicas da Biotecnologia no Brasil. O evento acontece nos dias 22 e 23 de março, em Ribeirão Preto, reunindo profissionais e estudantes para discutir os caminhos tecnológicos da biotecnologia, por meio de palestras e mesas debates.

O evento tem o apoio da Agência USP de Inovação, Faculdade de Economia e Administração (FEA/USP), Fundação Instituto Pólo Avançado de Saúde (FIPASE), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). “O objetivo é discutir os principais desafios enfrentados na promoção das atividades científicas e tecnológicas ligadas à biotecnologia”, explica Eduardo Cicconi, gerente do Supera Parque.

A submissão de trabalhos deve ser feita até o dia 18 de fevereiro, exclusivamente, pelo site http://seminariobiotecnologia.com.br/submissao-de-trabalhos, e contam com três diferentes linhas de pesquisa: Experiências empreendedoras em biotecnologia;  Oportunidades tecnológicas em biotecnologia; e,  Identificação de tecnologias emergentes. As propostas aprovadas serão apresentadas em formato de pôster e os três melhores trabalhos de cada tema serão selecionados para apresentação oral de 10 minutos.

Podem se inscrever pesquisadores, docentes, empreendedores e empresários da área da biotecnologia, investidores e alunos de graduação e pós-graduação da área. As inscrições para o Seminário custam R$ 40 (estudantes) e R$ 80 (profissionais). Informações pelos telefones (16) 3315.0735 e 3315.0303 ou pelo e-mail:  [email protected].

Supera Parque

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto é resultado de uma parceria entre a Fipase, a Universidade de São Paulo (USP), Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no Campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.

Ao todo, são 71 empresas instaladas no Parque, sendo: 52 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; 15 empreendimentos no Centro de Negócios e 4 na aceleradora SEVNA Startups.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*