quarta-feira , 29 junho 2022
Capa » Mercado & Negócios » Gilead Sciences anuncia resultados financeiros

Gilead Sciences anuncia resultados financeiros

As vendas de Biktarvy subiram em 19% no exercício total de 2021 e em 22% no quarto trimestre do mesmo ano

Os resultados do LPA refletem cobrança de US 1,25 bilhão em acordo judicial e exercício de opção junto à arcus no valor de US 625 milhões

São Paulo, fevereiro de 2022 — A Gilead Sciences, Inc. anunciou os resultados de suas operações referentes ao quarto trimestre e os totais do ano de 2021.

“A Gilead está em um importante ponto da jornada de sua transformação, tendo alcançado impulso considerável na expansão dos portfólios comerciais e clínicos da empresa tanto em virologia quanto em oncologia em 2021”, disse Daniel O’Day, Presidente e Diretor Executivo da Gilead. “Estamos planejando aumentar ainda mais o número de estudos de desenvolvimento clínico para o nosso novo portfólio em oncologia em 2022. Também esperamos avançar em nossos programas de longa ação para HIV. Hoje, nossos tratamentos contra o câncer, Trodelvy, Yescarta e Tecartus atingem um número crescente de pacientes com câncer, o Veklury está desempenhando um papel crucial na pandemia e o Biktarvy continua sendo o tratamento mais prescrito contra o HIV nos EUA. Temos todos os elementos para um forte ano e uma forte década”.

Resultados financeiros do quarto trimestre de 2021

A receita total do quarto trimestre de 2021, em US$ 7,2 bilhões, representou queda de 2% em relação ao mesmo período de 2020, devido à diminuição da demanda por Veklury® (remdesivir 100 mg para injeção), parcialmente compensada por dinâmicas favoráveis de preços na área de HIV.

  • Os Lucros Por Ação (“LPA”) diluídos caíram para US$ 0,30 no quarto trimestre de 2021, em comparação com os US$ 1,23 no mesmo período de 2020. A redução foi causada principalmente por uma cobrança de US$ 1,25 bilhão relacionada a um acordo judicial, bem como uma cobrança de US$ 625 milhões relacionada ao exercício de opção em colaboração com a Arcus Biosciences, Inc. (“Arcus”), o que representou um impacto desfavorável de US$ 0,80 e US$ 0,38 sobre o LPA diluído, respectivamente. Esse fato foi compensado parcialmente devido a mudanças favoráveis no valor de mercado dos investimentos acionários da Gilead.
  • O LPA diluído não GAAP caiu para US$ 0,69 no quarto trimestre de 2021, quando comparado com os US$ 2,19 do mesmo período de 2020, principalmente devido ao impacto da referida cobrança de US$ 1,25 bilhão relacionada ao acordo judicial, bem como um encargo de US$ 625 milhões referente ao exercício de opção em colaboração com a Arcus, o que representou um impacto desfavorável de US$ 0,80 e US$ 0,38 no LPA diluído não GAAP, respectivamente.
  • À data de 31 de dezembro de 2021, a Gilead tinha US$ 7,8 bilhões em caixa, equivalentes de caixa e títulos de dívida comercializáveis em comparação com os US$ 7,9 bilhões à data de 31 de dezembro de 2020.
  • Durante o quarto trimestre de 2021, a Gilead gerou US$ 3,2 bilhões em fluxo de caixa operacional.
  • Durante o quarto trimestre de 2021, a Gilead amortizou US$ 1,0 bilhão em dívidas, pagou dividendos de caixa de US$ 894 milhões e utilizou US$ 49 milhões para recompra de ações ordinárias.

Desempenho das Vendas de Produtos no Quarto Trimestre de 2021

As vendas totais de produtos no quarto trimestre de 2021 caíram 2%, para US$ 7,2 bilhões, em comparação com o mesmo período de 2020. As vendas totais de produtos, excluindo-se o Veklury, aumentaram em 8%, para US$ 5,8 bilhões, no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, aumento esse devido principalmente à maior demanda por Biktarvy® (bictegravir 50 mg/emtricitabina (“FTC”) 200 mg/tenofovir alafenamida (“TAF”) 25 mg) e dinâmicas favoráveis de preços em HIV, bem como as contribuições do Trodelvy® (sacituzumabe govitecan-hziy) e Terapia Celular.

As vendas de produtos contra o HIV aumentaram em 7%, indo para US$ 4,5 bilhões no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, refletindo a maior demanda por Biktarvy e dinâmicas favoráveis de preços em HIV, o que foi compensado parcialmente, como esperado, pela perda de exclusividade do Truvada® (FTC 200 mg/fumarato de tenofovir desoproxila (“TDF”) 300 mg) e Atripla® (efavirenz 600 mg/FTC 200 mg/TDF 300 mg) nos Estados Unidos.

  • As vendas de Biktarvy aumentaram em 22% em relação ao ano anterior no quarto trimestre de 2021, refletindo principalmente a maior demanda e dinâmicas favoráveis de preços.
  • As vendas de Truvada e Atripla diminuíram em 58% e 29% em relação ao ano anterior, respectivamente, no quarto trimestre de 2021, como esperado, devido à perda de exclusividade nos Estados Unidos no final de 2020. As vendas de produtos contra o vírus da Hepatite C (“HCV”) diminuíram em 7%, indo para US$ 393 milhões no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, o que foi causado principalmente por mudanças desfavoráveis no mix de pagadores e menor inclusão de pacientes. As vendas de produtos contra o vírus da Hepatite B (“HBV”) e o vírus da hepatite delta (“HDV”) aumentaram em 9%, indo para US$ 265 milhões no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020. As vendas de Vemlidy® (TAF 25 mg) cresceram 17% no quarto trimestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020, impulsionadas principalmente pelo consumo em todas as regiões. O Hepcludex® (bulevirtida) contribuiu com US$ 12 milhões no quarto trimestre de 2021, uma vez que as atividades de lançamento continuaram por toda a Europa. As vendas de produtos de Terapia Celular subiram 47%, indo para US$ 239 milhões, no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020.
  • As vendas de Yescarta® (axicabtagene ciloleucel) subiram para US$ 182 milhões no quarto trimestre de 2021, refletindo a demanda contínua em linfoma de grandes células B recidivantes ou refratárias (“LGCB”) nos Estados Unidos e Europa e linfoma folicular (“LF”) nos Estados Unidos.
  • As vendas de Tecartus® (brexucabtagene autoleucel) subiram para US$ 57 milhões no quarto trimestre de 2021, impulsionadas pela contínua adoção em linfoma de células do manto (“LCM”) e o lançamento para pacientes adultos com leucemia linfoblástica aguda precursora de células B recidivantes ou refratárias.

As vendas de Trodelvy para o quarto trimestre de 2021 foram de US$ 118 milhões, refletindo o contínuo consumo no contexto de segunda linha do tratamento de câncer de mama triplonegativo metastático (“CMTNM”) nos Estados Unidos e Europa, bem como em segunda linha em câncer urotelial (“CU”) metastático nos Estados Unidos. As vendas de Veklury diminuíram em 30%, caindo para US$ 1,4 bilhão no quarto trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020.

As vendas de Veklury foram, em geral, afetadas pelas taxas de infecções, internações e vacinas relacionadas à COVID-19, bem como pela disponibilidade, consumo e eficácia de tratamentos alternativos para a COVID-19.

Margem Bruta sobre Produtos, Despesas Operacionais e Impostos no Quarto Trimestre de 2021

  • A margem bruta sobre produtos foi de 63,3% no quarto trimestre de 2021, em comparação com os 80,9% do mesmo período de 2020. A margem bruta sobre produtos não GAAP foi de 70,5% no quarto trimestre de 2021, em comparação com 87,5% no mesmo período de 2020. Essa redução da margem bruta sobre produtos é reflexo do impacto da cobrança de US$ 1,25 bilhão relacionada ao referido acordo judicial.
  • As despesas com Pesquisa e Desenvolvimento (“P&D”) no quarto trimestre de 2021 foram de US$ 2,0 bilhões, em comparação com US$ 1,6 bilhão no mesmo período de 2020. As despesas de P&D não GAAP no quarto trimestre de 2021 foram de US$ 2,0 bilhões, contra US$ 1,5 bilhão no mesmo período de 2020. Esse aumento nas despesas de P&D é reflexo principalmente da cobrança referente ao exercício de opção em colaboração com a Arcus, bem como e ao aumento das atividades clínicas com Trodelvy e magrolimabe, o que é parcialmente compensado pelo impacto das despesas mais altas em 2020 em relação a um adendo contratual com a Galapagos NV no ano anterior que não se renovou.
  • As Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (“VGA”) no quarto trimestre de 2021 foram de US$ 1,7 bilhão, em comparação com US$ 1,7 bilhão no mesmo período de 2020. As despesas VGA não GAAP no quarto trimestre de 2021 foram de US$ 1,6 bilhão, em comparação a US$ 1,5 bilhão no mesmo período de 2020. O aumento das despesas VGA não GAAP é reflexo aumento nas atividades promocionais e de comercialização, principalmente relacionadas ao Trodelvy.
  • A alíquota tributária efetiva (“ETR”) e a ETR não GAAP para o quarto trimestre de 2021 foram de 50,5% e 32,2%, respectivamente, contra 14,9% e 15,8%, respectivamente, no mesmo período de 2020. O aumento da ETR é reflexo das despesas fiscais relacionadas a posições fiscais incertas, do aumento na provisão para desvalorização, bem como o impacto da não repetição, em 2021, de benefícios fiscais específicos oriundos de acordos com órgãos fiscais em 2020.

Resultados Financeiros do Exercício Total de 2021

  • A receita total de 2021 de US$ 27,3 bilhões representou aumento de 11% em relação a 2020, em função do aumento na demanda por Veklury.
  • O LPA diluído aumentou para US$ 4,93 em relação ao exercício completo de 2021, em comparação com US$ 0,10 em 2020. O LPA diluído não GAAP aumentou em 3%, indo para US$ 7,28 em relação a todo o exercício de 2021, em comparação com US$ 7,09 em 2020. O aumento do LPA e LPA diluído não GAAP deveu-se principalmente à maior venda de produtos, compensada parcialmente pelos efeitos do acordo judicial referido acima, representando um impacto desfavorável de US$ 0,80, bem como aumento nas despesas operacionais, inclusive a cobrança relacionada ao exercício de opção em colaboração com a Arcus, o que representou um impacto desfavorável de US$ 0,38. O LPA em 2020 reflete o aumento nos encargos adquiridos com P&D 1º de fevereiro de 2022 4 processual (“IPR&D”) e o maior número de prejuízos não reconhecidos com os nossos investimentos em participações.

Desempenho das Vendas de Produtos no Exercício Total de 2021

As vendas totais de produtos em 2021 aumentaram em 11%, indo para US$ 27,0 bilhões, em comparação com o mesmo período de 2020. As vendas totais de produtos, excluindo-se o Veklury, diminuíram em 0,5% e caíram para US$ 21,4 bilhões no exercício de 2021, em comparação com 2020, o que foi causado principalmente pela perda de exclusividade do Truvada, Atripla e Letairis® (ambrisentan 5 mg e 10 mg) nos Estados Unidos, parcialmente compensado pela demanda de Biktarvy e as contribuições da área de Terapia Celular e do Trodelvy.

As vendas de produtos contra o HIV diminuíram em 4%, caindo para US$ 16,3 bilhões em 2021 em relação a 2020, refletindo, como esperado, a perda de exclusividade do Truvada e Atripla nos Estados Unidos, o que foi parcialmente compensado pela melhoria do tratamento e aumento na demanda de medicamentos PrEP.

  • As vendas de Truvada e Atripla caíram 74% e 58% em relação ao ano anterior, respectivamente, no ano de 2021, como esperado, devido à perda de exclusividade nos Estados Unidos no final de 2020.
  • As vendas de Biktarvy aumentaram em 19% no exercício de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, refletindo o aumento da demanda.
  • As vendas de Descovy diminuíram em 9% no exercício de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, principalmente em função do menor preço líquido, parcialmente compensado pela maior demanda de medicamentos PrEP.

As vendas de produtos contra HCV diminuíram em 9%, caindo para US$ 1,9 bilhão em 2021, em comparação com 2020, principalmente devido à menor inclusão de pacientes.

As vendas de produtos HBV e HDV aumentaram em 13%, indo para US$ 969 milhões em 2021, em comparação com 2020, impulsionadas principalmente pela maior demanda pelo Vemlidy em todas as regiões, bem como pela continuação das atividades de lançamento com o Hepcludex na Europa.

As vendas de produtos de Terapia Celular aumentaram em 43%, indo para US$ 871 milhões em 2021, em comparação com 2020, principalmente devido aos lançamentos de Tecartus em LCM e Yescarta em LF.

As vendas de Trodelvy em 2021 foram de US$ 380 milhões, sendo reflexo da continuação do consumo e atividades de lançamento em tratamento de segunda linha para CMTN metastático nos Estados Unidos e na Europa, bem como em tratamento de segunda linha para CU metastático nos Estados Unidos.

As vendas de Veklury aumentaram em 98%, indo para US$ 5,6 bilhões em 2021, em comparação com 2020. As vendas de Veklury foram, em geral, afetadas pelas taxas de infecções, internações e vacinas relacionadas à COVID-19, bem como pela disponibilidade, consumo e eficácia de tratamentos alternativos para a COVID-19.

Margem Bruta sobre Produtos, Despesas Operacionais e Impostos no Exercício de 2021

  • A margem bruta sobre produtos foi de 75,6% em 2021 em comparação com 81,2% em 2020. Já a margem bruta sobre produtos não GAAP foi de 83,2% em 2021 em 1º de fevereiro de 2022 comparação com 86,5% em 2020. A menor margem bruta sobre produtos é reflexo principalmente do referido acordo judicial, o que foi compensado parcialmente pelo mix de produtos e uma menor despesa com royalties.
  • As despesas de P&D em 2021 foram de US$ 5,4 bilhões, em comparação com os US$ 5,0 bilhões de 2020. Já as despesas de P&D não GAAP em 2021 foram de US$ 5,2 bilhões contra US$ 4,9 bilhões em 2020. O aumento nas despesas de P&D é reflexo principalmente da cobrança relacionada ao exercício de opção em colaboração com a Arcus, no quarto trimestre de 2021, e do momento de realização das atividades clínicas relacionadas à Trodelvy e magrolimabe, o que foi compensado parcialmente pelas despesas mais baixas com o remdesivir relacionadas a inflamações.
  • As despesas de VGA em 2021 foram de US$ 5,2 bilhões, em comparação com US$ 5,2 bilhões em 2020. Já as despesas de VGA não GAAP em 2021 foram de US$ 5,0 bilhões, em comparação com os US$ 4,8 bilhões de 2020. O aumento das despesas de VGA são reflexo principalmente do aumento das atividades comerciais.
  • A ETR e a ETR não GAAP em 2021 foram de 25,1% e 20,4%, respectivamente, em comparação com 94,7% e 18,6%, respectivamente, em 2020. A diminuição da ETR deve-se principalmente a certos encargos adquiridos de IPR&D em 2020 que não eram dedutíveis para fins de imposto de renda. A ETR não GAAP mais alta é reflexo principalmente do impacto de benefícios fiscais específicos relacionados a acordos com autoridades fiscais em 2020 que não se repetiram em 2021.

Principais Atualizações Desde a Nossa Última Divulgação Trimestral Doenças Virais

  • Foram anunciadas atualizações no programa de desenvolvimento clínico de lenacapavir para o tratamento e a prevenção de HIV. A administração no estudo de Fase 2 que avalia um regime de tratamento de combinação oral, uma vez por semana, de lenacapavir mais islatravir para o tratamento de HIV foi interrompida após a suspensão clínica pela FDA devido a recentes achados de segurança associados ao islatravir da Merck & Co., Inc. (“Merck”).
  • Foi anunciada uma interrupção nos estudos clínicos que avaliam lenacapavir injetável após uma suspensão clínica pela FDA relacionada à compatibilidade de frascos feitos com vidro borossilicato com o da solução de lenacapavir. A administração de formulações orais de lenacapavir continua.
  • Foi anunciado que a Gilead havia conduzido análises genéticas de mais de 15.000 sequências genéticas dos isolados da variante Omicron e não encontrou mutações prevalentes adicionais na polimerase de RNA viral em comparação com as variantes anteriores de SARS-CoV-2, sugerindo-se que o Veklury permanece ativo contra a variante Omicron.
  • Foi recebida aprovação da Comissão Europeia (“CE”) para ampliar a indicação de Veklury para uso nos estágios iniciais da doença em pacientes adultos que não necessitam de oxigênio suplementar e correm maior risco de progredir para a forma grave da COVID-19.
  • Foi recebida a aprovação da FDA em janeiro de 2022 para ampliar a indicação de Veklury para incluir o tratamento de pacientes adultos e adolescentes não hospitalizados que estão em alto risco de progressão para a forma grave da COVID19, incluindo internação ou morte. A Autorização para Uso de Emergência Pediátrica também foi ampliada para incluir o uso de Veklury em pacientes pediátricos não hospitalizados pesando pelo menos 3,5 kg que tenham menos de 12 anos de idade ou pesam menos de 40 kg e que estejam em alto risco de progressão da doença.
  • Os resultados do estudo de Fase 3 PINETREE de Veklury em pacientes não hospitalizados foram publicados no New England Journal of Medicine. Os participantes que receberam um ciclo de três dias de Veklury por via intravenosa alcançaram uma redução de 87% no risco para o endpoint primário composto da internação relacionada à COVID-19 ou morte por todas as causas até o Dia 28; não houve mortes em ambos os braços do estudo através do endpoint primário.
  • Foi anunciada a submissão de uma Solicitação de Licença Biológica (“BLA”) à FDA para bulevirtida em investigação (rotulado como Hepcludex na UE) para o tratamento de infecção crônica por HDV em adultos com doença hepática compensada.

Oncologia

  • Foi anunciada uma suspensão clínica parcial para estudos globais que avaliam magrolimabe em combinação com a azacitidina devido a um aparente desequilíbrio em reações adversas sérias inesperadas e suspeitas relatadas pelo investigador entre os braços do estudo. Pacientes já incluídos nesses estudos clínicos podem continuar recebendo magrolimabe e azacitidina, ou placebo.
  • Foi concedida uma Revisão Prioritária pela FDA para uma BLA suplementar buscando aprovação de Yescarta para tratamento de segunda linha de LGCB com PDUFA de 1º de abril de 2022. Submissões regulatórias também foram anunciadas para a Agência Europeia de Medicamentos (“EMA”).
  • Foram apresentados resultados de estudos a longo prazo e de linha inicial de Yescarta no encontro da Sociedade Americana de Hematologia de 2021. Os resultados de referência do estudo ZUMA-7 de Yescarta no tratamento de segunda linha de LGCB foram destacados em sessão plenária, cujos dados apresentaram uma melhora de 60% na sobrevida livre de eventos em comparação com o tratamento padrão após um acompanhamento mediano de 24,9 meses. Apresentações adicionais incluíram dados de acompanhamento de cinco anos do ZUMA-1 que demonstraram sobrevida global de 42,6% e resultados atualizados de dois anos dos dados de ZUMA-5 em pacientes adultos com linfoma não Hodgkin indolente recidivante ou refratário após pelo menos duas linhas anteriores de terapia. Os resultados do ZUMA-12 também foram relatados em pacientes com LGCB de alto risco recebendo Yescarta no contexto de linha de frente.
  • Foi recebida aprovação da FDA para uma atualização de rótulo para Yescarta para incluir o uso de corticosteroides profiláticos em todas as indicações aprovadas. Yescarta é agora a primeira e única terapia de células T do receptor de antígeno quimérico com informações no rótulo para ajudar os médicos a tratar profilaticamente e, possivelmente, prevenir os efeitos colaterais do tratamento com corticosteroides.
  • Foi anunciada a disponibilidade de Yescarta para pacientes com LGCB recidivante ou refratário no Japão após autorização do primeiro centro de tratamento de terapia com células T CAR pela Daiichi Sankyo Co., Ltd. (“Daiichi Sankyo”).
  • Foi anunciada a decisão da Gilead de exercer opções de inclusão de três programas em estágio clínico da Arcus, que inclui moléculas anti-TIGIT (domvanalimabe e AB308), bem como etrumadenante e quemliclustate. A transação foi fechada em dezembro por uma taxa total de opção de US$ 725 milhões paga em janeiro de 2022. Como parte do acordo, foi dispensado o pagamento da continuação de opção de US$ 100 milhões anteriormente devido à Arcus no terceiro trimestre de 2022, levando à cobrança de US$ 625 milhões registrado no quarto trimestre de 2021.
  • Foi recebida da CE uma autorização para comercialização do Trodelvy para o tratamento de pacientes adultos com CMTN irressecáveis ou metastáticos que receberam duas ou mais terapias sistêmicas anteriores, pelo menos uma delas para doença avançada.
  • Foi anunciada uma colaboração de estudo clínico com a Merck para avaliar o Trodelvy em combinação com Keytruda no contexto de primeira linha em pacientes com CMTN metastático e, no primeiro trimestre de 2022, em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas.
  • Foi anunciada com a Everest Medicines que o estudo de Fase 2b EVER-132-001 que avalia sacituzumabe govitecan (rotulado como Trodelvy nos EUA) para pacientes com CMTN metastático na China atingiu o endpoint primário da taxa de resposta global.
  • Foi apresentada uma nova análise do subgrupo do estudo ASCENT no Simpósio de Câncer de Mama de San Antonio, de 2021, que demonstrou que o benefício clínico do Trodelvy em pacientes negros foi consistente com a população completa de CMTN metastático no estudo.

Corporativo

  • Foi anunciado que serão realizados eventos de Aprofundamento em Virologia em 17 de fevereiro de 2022 e de Aprofundamento em Oncologia em 14 de abril de 2022.

Orientação e Panorama

A Gilead fornece abaixo orientação para o exercício de 2022:

  • Vendas totais de produtos entre US$ 23,8 bilhões e US$ 24,3 bilhões.
  • Vendas totais de produtos, excluindo-se o Veklury, entre US$ 21,8 bilhões e US$ 22,3 bilhões.
  • Vendas totais de Veklury de aproximadamente US$ 2,0 bilhões, reflexo principalmente do recente aumento de internações relacionadas à COVID-19 e nossas expectativas de uma queda nas taxas de internação ao longo do restante de 2022.
  • Lucro por ação entre $4,70 e $5,20.
  • Lucro por ação não GAAP entre $6,20 e $6,70.

É fornecida nas tabelas de acompanhamento uma reconciliação entre as informações financeiras GAAP e não GAAP referentes à orientação de 2022. Veja também as Declarações Prospectivas descritas abaixo. A orientação financeira está sujeita a uma série de riscos e incertezas, inclusive a incerteza em torno da duração e magnitude da pandemia da COVID19. Embora a pandemia possa continuar a impactar os negócios da Gilead e a dinâmica mais ampla do mercado, a taxa e o grau desses impactos, bem como a correspondente recuperação da pandemia, podem variar de área para área da Gilead.

Informações Financeiras Não GAAP

As informações apresentadas neste documento foram preparadas de acordo com os princípios contábeis geralmente aceitos nos EUA (“GAAP”), a menos quando indicadas como não GAAP. A administração acredita que as informações não GAAP são úteis para os investidores, quando consideradas em conjunto com as informações financeiras GAAP da Gilead, porque ela usa essas informações internamente para seus fins operacionais, orçamentários e de planejamento financeiro. As informações não GAAP não são elaboradas conforme um conjunto abrangente de regras contábeis, só devendo, portanto, ser usadas para complementar a compreensão dos resultados operacionais da Gilead, relatados em consonância com as GAAP. As informações financeiras não GAAP geralmente não compreendem despesas relacionadas a aquisições, inclusive a amortização de ativos intangíveis adquiridos e encargos de reavaliação de estoques, despesas adquiridas de IPR&D e outros itens que são considerados incomuns ou não representativos das tendências subjacentes das áreas de negócios da Gilead, ajustes a valor de mercado de títulos de capital próprio e encargos ou benefícios fiscais específicos e relacionados ligados a mudanças nas leis e diretrizes tributárias. As despesas adquiridas de IPR&D refletem a deterioração em IPR&D, bem como os custos iniciais de projetos de IPR&D desenvolvidos externamente, adquiridos diretamente em transação que não uma operação societária, que não tenham um uso futuro alternativo, inclusive adiantamentos e outros pagamentos relacionados a várias colaborações, bem como os custos iniciais com os direitos sobre os projetos de IPR&D. Embora a Gilead exclua constantemente das informações financeiras não GAAP a amortização dos ativos intangíveis adquiridos, a administração acredita que é importante que os investidores entendam que tais ativos intangíveis foram registrados como parte das aquisições e contribuem para a geração contínua de receita. As medidas não GAAP podem ser definidas e calculadas de forma diferente por outras empresas do mesmo setor. São apresentadas nas tabelas de acompanhamento reconciliações das medidas financeiras não GAAP com as medidas financeiras GAAP que sejam mais comparáveis diretamente.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores