quarta-feira , 23 setembro 2020
Capa » Artigos técnicos » Gestão farmacêutica: 5 dicas para driblar a pandemia e ter sucesso nas vendas
Gestão farmacêutica: 5 dicas para driblar a pandemia e ter sucesso nas vendas

Gestão farmacêutica: 5 dicas para driblar a pandemia e ter sucesso nas vendas

Por Patrícia Rondon Gallina

O mercado farmacêutico, em especial as drogarias, vive um momento de ascensão no país. Os dados referentes ao faturamento de 2019 comprovam a força do setor no cenário nacional, foram R$ 121 bilhões no ano passado, com mais de 7% de crescimento em relação ao ano anterior. Em 2018, o faturamento foi de R$ 112 bilhões, nos dois anos os resultados foram muito superiores ao crescimento do PIB, segundo os dados da Febrafar.

Para os farmacêuticos a notícia também é boa, com o crescimento do setor as vagas de emprego também aumentaram. Segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), em 2018 a profissão foi a terceira que mais contratou profissionais, em 2019 subiu no ranking e passou a ser a segunda profissão que mais gerou empregos com carteira assinada, ficando atrás apenas dos enfermeiros. O setor farmacêutico brasileiro é o 6º maior mercado do mundo.

Os dados mostram o crescimento, mas você consegue perceber isso no dia-a-dia?

Com a pandemia do Coronavírus, as farmácias e drogarias ganharam ainda mais evidência, a partir da lei 13.021 de 2014 a farmácia passou a ser reconhecida como estabelecimento de saúde para prestação de assistência farmacêutica, assistência à saúde e também orientação sanitária individual e coletiva. E agora, tornou – se ponto de apoio fundamental para o enfrentamento da Covid-19. Mas algumas tiveram aumento significativo no fluxo de clientes enquanto outras passaram a ficar mais vazias, neste momento é necessário lidar com as medidas de segurança, com o medo e as dúvidas daqueles que frequentam o estabelecimento, mas você sabe como aproveitar ao máximo este fluxo e convertê-lo em faturamento?

Listo aqui 5 dicas para driblar a pandemia e ter bons resultados no final do mês:

  1. Antes de qualquer coisa é necessário entendermos o cenário pelo qual nosso estabelecimento vem passando, identificar o que melhorou ou quais obstáculos estão te impedindo de realizar boas vendas.
  1. Tenha um plano de ação, após observar o cenário é hora de agir para reverter o quadro, não basta identificar os obstáculos e se não tentar superá-los.
  1. Siga as recomendações do Ministério da Saúde quanto a prevenção do Coronavírus da melhor maneira, pode parecer bobagem, mas as pessoas querem se sentir seguras no estabelecimento e tendem a procurar os ambientes que respeitam as medidas e não apenas as fazem por obrigação.
  1. Se preocupe com o interior do estabelecimento, não é porque estamos vivendo uma situação atípica que vamos deixar de cuidar do visual da loja, mais do que nunca é necessário aproveitar cada espaço para fazer o marketing dos produtos. As pessoas estão cansadas de ver o óbvio, então mantenha o ambiente agradável e tente expor novidades e não somente máscaras e álcool em gel.
  1. A força de vendas de uma loja sempre foi a chave para o sucesso, então faça treinamentos com a equipe para que ela esteja pronta para responder os questionamentos sobre o Coronavírus, seus sintomas, as novas normas da Anvisa, traga informações científicas sobre os medicamentos mais procurados no momento, desta forma seus clientes sentirão que a equipe está atualizada e preparada para lidar com o momento.

Temos ainda uma dica extra, mas de extrema importância! Este é um momento em que falamos muito sobre cuidar de pessoas e para ter sucesso precisamos cuidar do nosso time. Demonstre que você se preocupa com a sua equipe e entenda os momentos de fraqueza, está difícil para todos e nossa equipe não está livre disso, podendo ter familiares contaminados com a doença ou sofrendo por falta de recursos financeiros devido ao grande número de demissões, por exemplo. Nossos colaboradores precisam saber que contamos com eles e que esta via tem mão dupla.

Seguindo essas dicas os laços entre gestor, equipe e clientes irá se fortalecer resultando na retenção de clientes e aumento de ticket médio.

Autora: Patrícia Rondon Gallina, farmacêutica e professora do Centro Universitário Internacional Uninter.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores