segunda-feira , 27 junho 2022
Capa » Mercado & Negócios » Fusões e aquisições de empresas da França caem 53%

Fusões e aquisições de empresas da França caem 53%

O número de operações de fusões e aquisições envolvendo empresas francesas no Brasil registrou queda de 53% na comparação entre 2021 (7 transações) e 2020 (15 transações). Além disso, no ano passado, o percentual da participação das empresas da França representou apenas 1% do total de negócios fechados (674) considerando a participação de outros países nesses tipos de transações no Brasil (as chamadas transações cross-border). Os dados são da pesquisa de fusões e aquisições realizada pela KPMG.

“Apesar da queda observada no último ano, os investimentos das empresas francesas no país devem se manter, uma vez que o Brasil é um parceiro estratégico relevante. Considerando a sólida relação comercial firmada entre Brasil e França nos últimos anos, somado ao restabelecimento da economia brasileira, a expectativa é de retomada nas operações de fusões e aquisições”, resume a sócia-líder do Desk França da KPMG no Brasil, Ana Sigoli.

Segundo a pesquisa, em 2021, as fusões e aquisições no Brasil tiveram a participação de empresas de 36 nacionalidades. Lideram a lista Estados Unidos (378), Reino Unido (37), Japão (31), Argentina (29) e Canadá (28). A França ficou em 13º lugar entre os países que mais concretizaram transações no país.

A pesquisa da KPMG destacou ainda que as operações de fusões e aquisições no Brasil encerraram 2021 com desempenho recorde, registrando ao todo 1963 transações nos últimos doze meses. Essa marca supera em 59% o total verificado ao longo de 2019 que era, até então, o melhor ano da série histórica, concluído com 1231 negociações. Dessa maneira, os resultados de 2021 consolidam o ano passado como o melhor período desde 1996, ano em que a pesquisa foi iniciada pela KPMG.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores