sexta-feira , 1 julho 2022
Capa » Notícias » FDA aprova medicamento da Amgen para prevenção de infarto e AVC isquêmico

FDA aprova medicamento da Amgen para prevenção de infarto e AVC isquêmico

A Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de fármacos nos Estados Unidos, aprovou a prescrição de Repatha® (evolucumabe) para prevenção de infarto, AVC isquêmico e revascularização miocárdica em adultos com doença cardiovascular comprovada. Primeiro medicamento da classe dos inibidores de PCSK9, Repatha® foi desenvolvido pela Amgen, biofarmacêutica focada em doenças de difícil tratamento.

A aprovação teve como base cientifica o resultado do estudo de desfechos cardiovasculares FOURIER, com a participação de mais de 27.500 pacientes ao redor do mundo, incluindo o Brasil. Publicado em março deste ano, o estudo comprovou que o uso de Repatha® reduziu o risco de infarto em 27%, AVC em 21% e o risco de revascularização miocárdica em 22% 1.

“Este é um marco importante que traz uma nova opção para pacientes que, apesar do tratamento com a terapia padrão, com estatina, ainda apresentam alto risco de eventos cardiovasculares. Com a avaliação positiva do FDA, a tendência é que outros órgãos reguladores do mundo também reconheçam os benefícios do tratamento com Repatha® e incluam essas indicações em bula”, diz Daniel Martinez, Diretor Médico da Amgen Brasil.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte em todo o mundo, totalizando 30% de todos os óbitos (17,3 milhões)2. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) estima que essas doenças são responsáveis pela morte de 350 mil pessoas todo ano, uma a cada 40 segundos. O número é duas vezes maior que todos os tipos de câncer, 2,3 vezes maior que causas externas, como acidentes e violência, e 6,5 vezes mais que infecções, incluindo AIDS3. Dados da SBC mostram que o infarto e o AVC estão entre as doenças cardiovasculares que mais matam, cada uma delas é responsável por 8% de todas as mortes nos últimos 10 anos4.

A chegada de Repatha® (evolocumabe), muda o tratamento para altas taxas de colesterol ruim (LDL-c), principalmente para pacientes com dificuldade de atingir as metas preconizadas pelos especialistas como a prática de exercícios, hábitos saudáveis e fazendo o uso da terapia padrão, as estatinas.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores