terça-feira , 28 junho 2022
Capa » Notícias » Farmacovigilância: como o paciente pode contribuir para melhorar a segurança dos medicamentos

Farmacovigilância: como o paciente pode contribuir para melhorar a segurança dos medicamentos

O Dia Mundial da Segurança do Paciente1, celebrado em 17 de setembro, reforça compromisso e responsabilidade com monitoramento da eficácia dos medicamentos

São Paulo, setembro de 2021 – Diariamente, os medicamentos salvam a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Porém, para que proporcionem o efeito terapêutico desejado, precisam ser usados da forma correta. E o que você, paciente, tem a ver com isso? Todas as pessoas – pacientes, cuidadores e profissionais de saúde – têm papel relevante quando o assunto é o uso adequado e a segurança dos medicamentos.

Além de seguir corretamente a prescrição médica e as orientações da bula, os pacientes devem comunicar à empresa fabricante e/ou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) qualquer evento adverso observado durante o tratamento e eventuais desvios de qualidade no produto, como alterações de cor, odor, sabor e consistência.

A farmacovigilância acompanha o uso dos medicamentos com o objetivo de prevenir e minimizar eventuais riscos à saúde dos pacientes. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a farmacovigilância inclui “atividades relativas à identificação, avaliação, compreensão e prevenção de eventos adversos ou quaisquer problemas relacionados ao uso de medicamentos”2.

Qualquer reação desagradável durante o tratamento com algum medicamento, que pode representar danos não intencionais à saúde, é considerada um evento adverso. Inclui desde coceira no local de aplicação de uma pomada até alterações de humor, prisão de ventre ou dor de cabeça observados após a ingestão de um comprimido. Essas situações inesperadas, bem como a falta de eficácia terapêutica, intoxicação por erros de dosagem ou desvios de qualidade, devem ser comunicados para as autoridades sanitárias e/ou os fabricantes.

Todas as notificações são analisadas e, dependendo da gravidade e da frequência, podem gerar medidas de minimização de risco como alterações na bula, por exemplo. A farmacovigilância foi criada para garantir o bom uso,a segurança e a eficácia dos medicamentos, fatores que são comprovados nos estudos clínicos.

Quanto mais informações disponíveis sobre a segurança e a eficácia dos medicamentos ao longo de todo o seu ciclo de vida, sobretudo após o início da comercialização, maior a possibilidade de manter atualizado o conhecimento sobre o perfil de segurança dos produtos disponibilizados no mercado. Foi a partir dos relatos de farmacovigilância, por exemplo, que as autoridades sanitárias definiram quais vacinas seriam usadas pelas gestantes e incluíram reações como diarreia e sonolência nas bulas dos imunizantes.

“Estar atento ao nosso estado de saúde e relatar qualquer efeito indesejável devido ao uso medicamentos ou à aplicação vacinas é responsabilidade de cada um de nós e contribui com a segurança e a saúde de todos, ressalta a Gerente de Segurança do Paciente e Farmacovigilância da Boehringer Ingelheim do Brasil, Lara Rodrigues.

Dicas práticas para o uso correto dos medicamentos:

  • Converse abertamente com seu(sua) médico(a) sobre os medicamentos que você usa.
  • Utilize apenas os medicamentos prescritos especificamente para você.
  • Não interrompa o tratamento sem acompanhamento ou orientação de um(a) profissional de saúde.
  • Utilize os medicamentos respeitando os horários, de acordo com a recomendação do seu(sua) médico(a).
  • Guarde o medicamento corretamente, conforme as orientações em bula.
  • Evite a automedicação, que pode aumentar o risco de intoxicação.

O nosso SAC, que funciona das 8h às 18h (horário de Brasília) de segunda a sexta, pode ser acionado contatado pelos seguintes canais:

Telefone: 0800 701 6633

E-mail: [email protected]

Sobre Boehringer Ingelheim

A Boehringer Ingelheim está entre as 20 principais farmacêuticas do mundo e é a maior de capital fechado, com cerca de 52 mil funcionários globalmente. Desenvolve soluções de saúde com grande valor e impacto para pessoas e animais e atua há mais de 130 anos, justamente, para trazer soluções inovadoras em suas três áreas de negócios: saúde humana, saúde animal e fabricação de biofármacos. Em 2020, obteve vendas líquidas de 19,6 bilhões de euros e investiu 3,7 bilhões de euros em Pesquisa e Desenvolvimento, aproximadamente 19% das vendas líquidas. No Brasil há quase 70 anos, a Boehringer Ingelheim está instalada no estado de São Paulo, com escritório na capital e fábricas em Itapecerica da Serra e Paulínia, mas atua em todo território nacional. Pelo quinto ano consecutivo, a empresa foi reconhecida pela certificação Top Employers, que elege as melhores empregadoras do mundo por suas iniciativas de recursos humanos.

Para mais informações, acesse:

https://www.boehringer-ingelheim.com.br

https://www.facebook.com/BoehringerIngelheimBrasil

https://www.instagram.com/boehringeringelheimbr/

Referências:

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores