sábado , 2 julho 2022
Capa » Notícias » Entidades médicas pedem revisão de portaria que corta verba do Farmácia Popular

Entidades médicas pedem revisão de portaria que corta verba do Farmácia Popular

Em documento denominado ‘Carta de São Paulo’, três importantes entidades médicas do país conclamam o governo a rever a Portaria do Ministério da Saúde nº 739/12, publicada no Diário Oficial da União de 27/03/18, que “pode significar um expressivo retrocesso para os mais de 14 milhões de beneficiados pelo programa Aqui Tem Farmácia Popular”.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) e a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), com o apoio da Associação Médica Brasileira (AMB), afirmam ter sido surpreendidas pela referida Portaria, que reduz os recursos destinados ao Farmácia Popular. “As sociedades médicas mostram-se bastante preocupadas e indignadas com a possível interrupção do acesso contínuo aos medicamentos para controle da hipertensão arterial, que hoje atende 14,4 milhões de pessoas”.

E manifestam a “defesa inconteste da manutenção dos programas de distribuição de medicamentos para hipertensão e diabetes”, como o Farmácia Popular e o de Assistência Farmacêutica Básica nas Unidades Básicas de Saúde, que facilitaram sobremaneira o acesso da população a medicamentos essenciais ao controle dessas doenças.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores