sábado , 6 março 2021
Capa » Cadeia fria » Como garantir que freezers que acolhem vacina contra a COVID-19 tenham funcionamento ininterrupto

Como garantir que freezers que acolhem vacina contra a COVID-19 tenham funcionamento ininterrupto

Por Gary Dennis*

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até 50% de todas as vacinas acabam no lixo devido ao manuseio incorreto, incluindo problemas com o controle de temperatura na cadeia de logística. Com vacinas que necessitam de armazenagem a temperaturas baixas ou extremamente baixas, resolver essa questão é mais crítico do que nunca.

As primeiras levas das vacinas contra a COVID-19 já começaram a ser distribuídas no Brasil e no mundo. É fundamental, portanto, que as organizações de saúde estejam prontas para receber e administrar medicamentos que podem salvar vidas. Conforme a modalidade da vacina, haverá a necessidade de comprar freezers de ultrabaixa temperatura, feitos para manter as vacinas em temperaturas tão baixas quanto -80 graus Celsius.

É possível, porém, que os gestores da cadeia de logística das vacinas estejam negligenciando um elemento essencial desse contexto: o condicionamento da energia e a energia de backup de emergência para esses equipamentos críticos. Para manter temperaturas tão baixas, os freezers consomem uma grande quantidade de energia. Se a fonte dessa energia for comprometida, isso colocará em risco o fornecimento das vacinas contra a COVID-19, causando o descarte desse medicamento.

Qual o melhor tipo de energia de backup de emergência?

Considerando o que está em jogo, é essencial incorporar uma energia de backup de emergência para os freezers onde as vacinas serão armazenadas. Idealmente, esta solução incluirá uma Fonte de Alimentação de Energia Ininterrupta (UPS) que atenda a cinco seguintes critérios

  1. Tecnologia de dupla conversão on-line: Existem três tipos principais de configuração de sistemas UPS: off-line, linha-interativa e dupla conversão on-line. Para as aplicações mais críticas, uma solução UPS de dupla conversão on-line oferece o maior grau de proteção. Com esse tipo de UPS, os freezers de baixa temperatura ficarão completamente isolados da energia elétrica não tratada da concessionária. Isso protege os freezers contra sags (afundamento de tensão), picos e faltas de energia total ou parcial. São falhas que poderiam comprometer a capacidade de se manter as vacinas na temperatura certa.
  1. Tempo zero de transferência para as baterias: Mesmo em aplicações que usam um gerador, há o tempo de transferência envolvido no chaveamento da fonte de alimentação primária para o gerador de backup. Durante esse lapso, a operação do freezer pode ser afetada, prejudicando os medicamentos que estiverem dentro dele. Um UPS de dupla conversão cobre o lapso do tempo de transferência com alimentação por baterias até que o gerador entre em funcionamento. Para uma proteção premium, o UPS pode usar baterias para transferir instantaneamente para a energia de backup, garantindo uma alimentação de energia ininterrupta e a manutenção da temperatura constante das vacinas.
  1. Autonomias em escala: Algumas vezes um gerador não está disponível ou o planejamento de contingência para os sistemas críticos pode exigir horas de autonomia das baterias, em vez de apenas minutos. Nesses casos, um modelo de UPS que possa detectar e conectar-se com gabinetes externos de baterias para acessar alimentação de energia por baterias adicional irá oferecer o mais alto nível de suporte.
  1. A importância do monitoramento remoto do UPS: É fundamental saber se o UPS está sempre funcionando e se está fazendo seu trabalho o tempo todo. O pessoal da instalação precisa saber, também, se as baterias do UPS estão completamente carregadas e prontas para funcionar quando for necessário. Um UPS inteligente possibilita monitoramento tanto local quanto remoto, ajudando a se gerenciar a saúde das baterias. É possível, também, prever de forma proativa a data de substituição delas. Notificações de alarme entregues por e-mail e mensagem de texto mantêm as equipes informadas, agilizando o tempo de resposta se ocorrer um problema com as unidades de refrigeração de vacinas.
  1. Instalação e operação Fáceis: Com tanta coisa acontecendo nas operações dos serviços de saúde, um UPS não pode acrescentar ainda mais complexidade a esse quadro. Um sistema do tipo plug-and-play garante que a energia de backup de emergência seja uma ajuda e não um estorvo. Isso acontece porque esse sistema é rápido para instalar e configurar e dá suporte a diversos freezers. Um formato compacto e flexível, que possa ser montado no piso ou na parede, simplifica ainda mais a instalação e usa um mínimo de espaço. Uma interface amigável e com fácil leitura dos diagnósticos e insights do sistema ajuda a simplificar a operação contínua e a manutenção do sistema.

As vacinas representam esperança na batalha contra o coronavírus. Freezers de baixa ou ultrabaixa temperatura, em conjunto com sistemas UPS de dupla conversão on-line, são essenciais para garantir que cada dose seja bem usada.

*Gary Dennis é Diretor de Desenvolvimento de Negócios para os Setores de Saúde e Educação da Vertiv.

Cadastre-se para receber as matérias também via WhatsApp

Portais de Notícias 2A+

Conteúdos exclusivos, matérias, entrevistas, artigos, eventos e muito mais todo dia, a qualquer momento, para fazer de você o seguidor melhor informado.

Jornalismo feito por Jornalistas.

Integramos os elos entre a indústria, os fornecedores, o varejo e o consumidor. A Qualidade que seleciona seguidores de Qualidade.

Os fornecedores que prestigiamos são os nossos anunciantes.

Faça network com o mercado, não disperse tempo e dinheiro, anuncie conosco. Quem tem poder de decisão está nos Portais 2A+. 

The best way to access the Brazilian life sciences industry market.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores