quarta-feira , 29 junho 2022
Capa » Notícias » Chega ao Brasil a primeira lâmpada mata mosquito, com luz azul emitida por LED

Chega ao Brasil a primeira lâmpada mata mosquito, com luz azul emitida por LED

O laboratório Bioworld, já reconhecido por produzir uma linha anti mosquitos, eficiente, como as mosqueteiras Sectotent sucesso em vendas no Brasil e Europa, inova ao expandir a sua linha e trazer para o mercado a verdadeira lâmpada mata mosquito.  Com tecnologia única e patenteada, A LED Protect® possui iluminação UV, LED 9W – o que faz substituir as lâmpadas normais – e traz consigo a luz azul emitida por LED – essa luz atrai o mosquito para a rede de choques elétricos. Econômica e com duração de dez anos, a sua atividade é comprovada em teste nos USA, possui selo do Inmetro e outros certificados internacionais.

Por que optar por ter uma Lâmpada mata mosquito em casa?

Por conta da epidemia de dengue/ zika, chikungunya, febre amarela as pessoas têm buscado cada vez mais alternativas eficazes para driblar este problema. O mercado por sua vez oferece uma variedade imensa de aparatos anti mosquitos. Os repelentes e inseticidas são os mais usados e, infelizmente, pode não ser uma alternativa tão saudável, visto que a maioria deles possuem DEET.

O DEET, principal componente dos repelentes não são aconselháveis às crianças abaixo de 2 anos de idade, alerta a Anvisa

O DEET é um composto químico que pode ser nocivo a saúde caso não seja usado a quantidade correta. A Academia Americana de Pediatria (AAP), recomenda que os repelentes com DEET não devem ser aplicados em bebês com menos de 2 meses de idade. Já a recomendação feita pela Anvisa é que só seja usado a partir dos 2 anos de idade, com concentração até 10%, não reaplicar mais que 3 vezes ao dia.  Para se ter uma ideia no Canadá seu uso é restrito para crianças acima de 12 anos e desaconselhado para grávidas. Um estudo publicado na revista BioMed Central Biologia, confirma que o DEET tem uma toxicidade para o sistema nervoso de mamíferos. A FDA Food and Drug Administration (órgão do governo dos Estados Unidos) declara que o uso de DEET é seguro “quando usado adequadamente”. O problema é que usar em crianças, várias vezes ao dia, todos os dias, não é considerado “adequado”. É ai que entra soluções como as lâmpadas mata mosquitos, elas prometem deixar o inseto longe. No entanto muitos dos modelos oferecidos no mercado não cumprem com o que prometem.

Modelos de lâmpadas mata mosquito existentes no mercado não cumprem o que prometem explica idealizador do LED PROTECT ®. Veja o motivo!

“Os modelos de lâmpadas mata mosquito comercializados atualmente não são assertivos e possuem baixa qualidade e durabilidade. Além disso, o fato de a luz que emana da lâmpada não ser de LED faz com que se propicie um gasto maior de energia. Fora isso não possuem estudo de qualidade. O comprimento de ondas de luz/ frequência é essencial para garantir a atração porque não é qualquer luz que atrai o mosquito. A maioria dessas lâmpadas sequer possuem o selo do Inmetro”, explica o diretor tal.  “Ao verificar essa necessidade, já que a ideia de atrair o mosquito e matá-lo é muito positiva para a sociedade que enfrenta um problema tão grande de saúde pública, o laboratório Bioworld, decidiu expandir a sua linha e trazer para o mercado a verdadeira lâmpada mata mosquito.  Testes foram feitos com o Led Protect que garantem sua eficácia. LED PROTECT é o único (patenteado) a juntar armadilha a iluminação LED 9W – Único a simplesmente substituir lâmpadas normais – Único a ter luz azul emitida por LED”, finaliza tal.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores