sexta-feira , 18 outubro 2019
Capa » Medicina » Biogen apresenta pesquisa que demonstra compromisso em melhorar o cuidado de pacientes com Esclerose Múltipla

Biogen apresenta pesquisa que demonstra compromisso em melhorar o cuidado de pacientes com Esclerose Múltipla

Dados destacam os benefícios do tratamento precoce com TYSABRI® (natalizumabe) no início da doença, resultando e alcançando NEDA (sem evidência de atividade da doença) e melhora na incapacidade e cognição.

A Biogen Inc. (Nasdaq: BIIB) destaca novos dados que demonstram os potenciais benefícios do tratamento com TYSABRI® (natalizumabe), e AVONEX® (interferon beta-1a) em populações específicas de pacientes com esclerose múltipla (EM). Os resultados obtidos na prática clínica do mundo real foram apresentados no 35º Congresso do Comitê Europeu para o Tratamento e Pesquisa e a 24ª Conferência Anual de Reabilitação em Esclerose Múltipla em Estocolmo (entre 11 e 13 de setembro).

“A liderança da Biogen na EM é uma oportunidade para que continuemos a evoluir no que diz respeito aos paradigmas de cuidado da doença, por meio da geração de novos dados sobre alguns de nossos tratamentos mais prescritos, incluindo TYSABRI® (natalizumabe) e AVONEX® (interferon beta-1a) ,” afirma Alfred Sandrock, Jr., M.D., Ph.D., vice-presidente executivo e líder da área médica na Biogen. “Por meio de uma exploração rigorosa e ponderada de novas potenciais abordagens, estamos trabalhando para otimizar os resultados aos pacientes.”

Dados que embasam o tratamento inicial com TYSABRI® (natalizumabe):

Dados de quatro anos do estudo observacional, aberto, braço único, STRIVE6, embasam a eficácia de longo prazo de mundo real do TYSABRI® (natalizumabe) em pacientes com EM remitente-recorrente inicial, que foram diagnosticados há três anos e que são negativos para anticorpo do vírus anti-JC. Dentre os primeiros anos de tratamento (entre dois e quatro) (N=110/157), 70,1% dos pacientes no estudo atingiram o NEDA clínico (sem evidência de atividade da doença), definido como sem recidivas ou sem agravamento da incapacidade confirmado por 24 semanas. Além disso, 83,7% atingiram NEDA na ressonância magnética (RM), definido como sem lesões T2 realçadas por gadolínio ou novas lesões T2/lesões T2 recentemente realçadas, e mais da metade (58%) atingiu NEDA global, que abrangeu NEDA clínico e de RM. Os resultados também mostram que TYSABRI® (natalizumabe) está associado com melhoras significativas na incapacidade e no desempenho cognitivo.

Dados do mundo real indicam que o tratamento com interferon beta não deve afetar gravidez/bebês que nascem de mães em tratamento:

Uma vez que as mulheres com EM são frequentemente diagnosticadas e tratadas durante idade fértil, é sempre importante que médicos e pacientes considerem o planejamento familiar quando for escolher o tratamento. Novos dados de dois estudos observacionais do mundo real demonstraram que o tratamento com beta-interferonas – incluindo AVONEX® (beta-interferona 1a) – antes da concepção e/ ou durante a gravidez, não deve apresentar evento adverso na gestação ou no desenvolvimento do feto.

Os pesquisadores utilizaram dados de cuidado de saúde dos registros de países nórdicos (Finlândia e Suécia)7 para investigar de maneira retrospectiva o nascimento dos bebês em mulheres com EM tratadas com beta-interferonas em comparação às mulheres com EM que não foram expostas às terapias modificadoras da doença. Os resultados mostram que os desfechos eram semelhantes entre os dois grupos, sem evidência de que o tratamento com beta-interferonas antes e/ou durante a gravidez afetou o peso ou circunferência da cabeça dos bebês no nascimento.

Detalhes da apresentação dos dados destacados:

  • Natalizumab is Associated with No Evidence of Disease Activity and with Improvement in Disability and Cognitive Performance in Anti–JC Virus Seronegative Patients with Early Relapsing-Remitting Multiple Sclerosis: STRIVE 4-Year Results (P1348; Poster Session 3, Friday, September 13, 12:15-2:15 p.m. CET)
  • Prevalence of Infant Outcomes at Birth After Exposure to Interferon Beta Prior to or During Pregnancy: A Register-based Cohort Study in Finland and Sweden Among Women with MS (P1144; Poster Session 3, Friday, September 13, 12:15-2:15 p.m. CET)

Sobre a Biogen

Na Biogen, nossa missão é clara: somos pioneiros em neurociência. A Biogen descobre, desenvolve e oferece terapias inovadoras em todo mundo para pessoas que vivem com doenças neurológicas e neurodegenerativas graves, assim como terapias sintomáticas relacionadas a essas doenças. Uma das primeiras empresas globais de biotecnologia do mundo, a Biogen foi fundada em 1978 por Charles Weissmann, Heinz Schaller, Kenneth Murray e pelos ganhadores do Prêmio Nobel Walter Gilbert e Phillip Sharp, e hoje possui o principal portfólio de medicamentos para tratar a esclerose múltipla, introduziu o primeiro tratamento aprovado para atrofia muscular espinhal, comercializa biossimilares de produtos biológicos avançados e está focada no desenvolvimento de programas de pesquisa em neurociência para esclerose múltipla e neuroimunologia, distúrbios neuromusculares, distúrbios do movimento, doença de Alzheimer e demência, oftalmologia, imunologia, distúrbios neurocognitivos, neurologia aguda e dor.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores