segunda-feira , 18 fevereiro 2019
Capa » Mercado & Negócios » Bancos vão receber recorde de mais de US$ 300 milhões com mega-negócio da indústria farmacêutica

Bancos vão receber recorde de mais de US$ 300 milhões com mega-negócio da indústria farmacêutica

Segundo o Financial Times, a aquisição da Celgene pela Bristol-Myers Squibb vai implicar o pagamento de cerca de US$ 1 bilhão em comissões, dos quais US$ 300 milhões aos bancos de investimento que prestaram serviços de consultoria.

Aquele que será provavelmente um dos maiores negócios do ano, será também um dos mais lucrativos de sempre em Wall Street para os seus assessores financeiros. De acordo com o Financial Times, as farmacêuticas Bristol-Myers Squibb e a Celgene vão pagar cerca de US$ 1 bilhão em comissões para fechar o seu “casamento” de US$ 90 bilhões, incluindo mais de US$ 300 milhões aos seus assessores financeiros.

As comissões serão divididas entre um conjunto de bancos de investimento, incluindo o Morgan Stanley, o JPMorgan Chase e o Citigroup, além de advogados, contabilistas e consultores que prestaram aconselhamento no acordo para juntar as duas empresas do setor da saúde.

Aos bancos de investimento serão pagos cerca de US$ 304 milhões pelo seu trabalho de consultoria, um montante que representa um dos maiores pagamentos de serviços de assessoria numa aquisição, segundo dados da Dealogic e da Refinitiv.

A Celgene estimou que os custos relacionados com a sua venda foram de US$ 225 milhões, enquanto a Bristol-Myers Squibb fixou os pagamentos previstos em US$ 200 milhões.

Segundo o Financial Times, o acordo, que está entre as maiores aquisições de todos os tempos no setor farmacêutico, foi financiado por um dos maiores empréstimos-ponte já feitos, um pacote de financiamento garantido pelo Morgan Stanley e pelo MUFG Bank. A Bristol-Myers Squibb estimou o custo do empréstimo de US$ 33,5 bilhões em US$ 547 milhões.

Foi no dia 3 de janeiro que a Bristol-Myers Squibb chegou a acordo para comprar a Celgene, num negócio que vai dar origem a uma das maiores farmacêuticas do mundo.

Por cada ação da Celgene, os acionistas da empresa de biotecnologia vão receber uma ação da Bristol-Myers e 50 dólares em dinheiro.

Fonte: www.jornaldenegocios.pt

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*