segunda-feira , 6 julho 2020
Capa » Home » Tenda hospitalar complementa segurança proporcionada por máscaras e aumenta a segurança dos profissionais de saúde
Tenda hospitalar complementa segurança proporcionada por máscaras e aumenta a segurança dos profissionais de saúde

Tenda hospitalar complementa segurança proporcionada por máscaras e aumenta a segurança dos profissionais de saúde

Projeto conta com  apoio de empresas como SpeedAir e Monthac Salas Limpas.

O projeto Motirõ, grupo com profissionais das mais diversas áreas unidos para trabalhar na busca de soluções para a crise da Covid-19, desenvolveu mais uma inovação. A bola da vez é a Frente Tenda Hospitalar. O objetivo desta frente é evoluir o conceito proposto por profissionais da área de saúde de Manaus para contenção de aerossóis gerados durante a aplicação de oxigenioterapia suplementar e uso de Ventilação Não-Invasiva no tratamento de pacientes com Covid-19, bem como conter também o espalhamento de contaminantes gerados pelas atividades expiratórias normais do paciente quando não em terapia. Os elementos principais deste conceito são uma tenda instalada no entorno do paciente deitado no leito, um sistema de exaustão de ar forçado (ventilador) e um sistema de filtragem de alta eficiência (filtro HEPA) do ar exaurido da tenda.

“Podemos afirmar que o sistema de exaustão que estamos propondo é diferenciado em relação à vazão e aos números de troca de ar no interior da tenda e à capacidade de filtragem e estanqueidade do filtro, permitindo-se obter um nível de pressão negativa no interior da tenda adequado para proteger as equipes de saúde, sendo ainda suficientemente leve para ser utilizado embarcado na tenda, de baixa geração de ruído, de preço acessível e ainda por cima não concorre com as outras utilizações dos pequenos filtros HMEF”, explica Wallace Turcio, especialista em Simulação e Controle de Sistemas de Gerenciamento de Ar em uma empresa aeronáutica brasileira e um dos voluntários idealizadores do projeto.

Segundo ele, isso tudo foi possível, entre outras motivos, também porque houve o benefício de contar com o apoio do DNPC-Abrava e de uma rede de empresas e instituições que entendem do assunto e que doaram o seu tempo e os conhecimentos: SpeedAir, Monthac, Sicflux, LWN Engenharia e IPT.

Turcio ressalta que um ponto é muito importante para quem for construir a sua tenda é que, em relação à filtragem (eficiência e estanqueidade), não existe espaço para improvisos: “A a filtragem deve ser feita ou utilizando produtos já estabelecidos e devidamente validados ou projetados por quem entende do assunto, eficiências de filtragem questionáveis ou vazamentos pelos frames do filtro comprometendo a sua estanqueidade podem levar a uma falsa sensação de segurança por parte da equipe médica e esta pode vir a se expor, o assunto é sério”, alerta.

Função / porque usar a tenda com exaustão:

A função da tenda hospitalar com pressão negativa e exaustão filtrada e de seu sistema de exaustão com filtragem de alta eficiência é conter os aerossóis gerados durante a fisioterapia respiratória com o uso de ventilação não-invasiva no tratamento de pacientes com COVID-19, bem como conter também o espalhamento de contaminantes gerados pelas atividades expiratórias normais do paciente (fala, tosse e espirro) quando não em terapia.

Portanto, além de complementar a segurança proporcionada pelas máscaras adaptadas durante a fisioterapia, funcionando como uma segunda barreira de proteção, contendo eventuais vazamentos das máscaras, esse sistema também aumenta a segurança dos profissionais de saúde durante todo o tempo, por exemplo, durante a alimentação do paciente e mesmo durante o seu repouso, evitando assim que ocorra a disseminação de ar contaminado pelo vírus proveniente do paciente para o ambiente hospitalar.

Isso ocorre porque a exaustão foi dimensionada com margens consideráveis que garantem um grande número de trocas de ar e que, combinadas com a arquitetura e construção da tenda, garantem pressão negativa em seu interior de modo que não exista vazamentos do interior da tenda para o ambiente externo, existindo somente infiltrações do ambiente externo para o interior da tenda e que todo ar exaurido da tenda seja filtrado e o vírus fique retido no filtro HEPA.

Tenda com pressão negativa 

O sistema de exaustão e a pressão negativa no interior da tenda garantem que todo o fluxo do interior da tenda para o ambiente externo e se dê pelo sistema de exaustão e filtragem, impedindo a saída do vírus em grande quantidade, e, isso mantem a equipe médica protegida.

Filtragem HEPA:

Combinada com a pressão negativa da tenda, a filtragem de toda a exaustão do ar da tenda utilizando filtros HEPA garante que os vírus que eventualmente estejam em suspensão no ar do interior da tenda proveniente do paciente fiquem retidos nesses filtros, que removem pelo menos 99.97% das partículas em suspensão de 0.3 mícron de diâmetro, desempenho garantido por 3 mecanismos de retenção: interceptação, impacto e difusão.

Esse conceito de proteção pode ser implementado seguindo uma estratégia que considera a utilização de tendas simples, ou seja, um ventilador, um filtro e uma tenda por  maior capacidade de vazão atendendo várias tendas. A abordagem de tendas simples permite chegar a um produto mais simples, de menor investimento e de maior capilaridade para os diversos cenários e contextos do país, sendo uma solução interessante para o curto prazo. Já a abordagem multi-tendas permite trabalhar com produtos e tecnologias mais evoluídas e tornar o pacote mais atrativo uma vez que permite a diluição dos investimentos por leito, melhor aproveitamento da vida e eficiência dos filtros, podendo ser uma solução bastante adequada para o médio e longo prazo.

Configurações testadas e resultados

Além de integrantes do Motirõ da Saúde, as atividades associadas à evolução do sistema de exaustão da tenda contaram com a colaboração de algumas empresas e instituto . Todo o trabalho foi voluntário e sem fins lucrativos e todos os resultados gerados relevantes e que não violem os segredos industriais de alguns colaboradores será aberto.

Após a identificação e a definição dos requisitos, alguns ainda um tanto abertos, buscaram-se ventiladores e filtros no mercado e construiu-se uma tenda seguindo as sugestões dadas pelos profissionais de Manaus. Obteve-se assim um protótipo que permitiu testar algumas configurações do sistema de exaustão integradas à tenda.

Os testes foram realizados no Laboratório de Vazão do IPT nos dias 04, 05 e 14 de Maio de 2020

Trabalhou-se com 2 ventiladores ASA Fan (Adda South America Corp Ltda), um ASA75 (P/N 7530HB1) e um ASA120 (P/N 12032DV-HB), bastante leves e portanto candidatos a uma configuração que considera o ventilador e o filtro embarcados na tenda e também com um ventilador Sicflux um pouco maior e pesado, candidato a compor um dispositivo de sucção e filtragem não embarcado na tenda, contido numa caixa de ar e conectado a ela por uma mangueira.

Foram testados dois filtros fabricados pela SpeedAir Filtros e Equipamentos construídos conforme sua experiência e tecnologia de colagem e selagem e uma versão caseira de filtro fabricada por nós do Motirõ a partir de uma amostra de papel H14 deixada conosco. Esta versão caseira foi identificada como “HomeMade 197x123x80”, a numeração reflete o tamanho da amostra de papel H14.

Por fim, na busca por estanqueidade a tenda foi modificada e acabaram sendo testadas duas versões, uma tenda sem o fechamento do seu fundo e outra com o fechamento do fundo.

Os testes foram realizados no Laboratório de Vazão do IPT nos dias 04, 05 e 14 de maio.

O Motirõ tem tido consultas de grupos interessados em construir sua tenda, e mesmo de médicos e dentistas questionando a respeito. Isso mostra que existe demanda por esse conceito de proteção, o que é confirmado pelas unidades já produzidas por outras iniciativas, como a de Manaus. “No momento o Motirõ está trabalhando em uma versão da tenda para a realização de testes clínicos com médicos e fisioterapeutas, mas todas as suas lições aprendidas e orientações já estão disponíveis e o grupo está aberto a consultas e a discussões”, conclui Wallace Turcio.

Clique aqui e leia mais sobre o projeto.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores