segunda-feira , 15 agosto 2022
Capa » Laboratórios » O que fazer com seu equipamento de laboratório que você não vai mais usar?

O que fazer com seu equipamento de laboratório que você não vai mais usar?

Empresa norte-americana oferece soluções para laboratórios que precisam se desfazer de equipamentos usados

Leia mais

No momento em que se recebe o sinal verde para substituir algum dos equipamentos de laboratório, surge a dúvida sobre o que fazer com o antigo. Em alguns casos, eles podem ser negociados com o próprio fabricante, porém, nem sempre isso é possível ou representa a melhor solução de retorno financeiro.

Uma boa alternativa é buscar a venda no mercado, contudo é uma atividade que demanda recursos internos da empresa e que acaba sendo esquecida, uma vez que a prioridade é instalar e operar de forma correta o novo equipamento, afinal houve um investimento financeiro na aquisição. Diante disso, muitas vezes, o equipamento usado fica esquecido e acaba desvalorizando até que se torna sucata. 

Para esse cenário, a EquipNet – detentora do maior marketplace global de equipamentos usados – atua como intermediador para compra e venda desses itens entre indústrias e laboratórios em todo o Brasil.

“Muitas empresas ainda não têm conhecimento de que vender seus equipamentos usados é uma excelente estratégia financeira, além de ser uma prática sustentável”, explica Roberta Bosignoli, gerente de operações e desenvolvimento de negócios da EquipNet. Segundo a executiva, o valor de venda daquele equipamento antigo pode ser aproveitado para pagar a compra de um equipamento novo ou ainda contribuir para a melhora do resultado do centro de custo do laboratório. 

A Equipnet nasceu com o objetivo de amparar as empresas nesse processo. “Podemos citar diversos casos de companhias que decidiram vender seus equipamentos usados com a Equipnet e que ficaram muito satisfeitas com o resultado, além de contar com um processo organizado e transparente que atende as regras de compliance.”, conta Roberta.

Segundo a gerente de operações, uma gigante multinacional de fragrâncias e sabores e um laboratório europeu de saúde animal conseguiram recuperar R$65 mil e R$81 mil, respectivamente, em apenas dois meses. “E o melhor de tudo é que o equipamento pode e deve ser anunciado para venda ainda em operação”, explica. Caso a empresa tenha equipamentos parados em seu laboratório ou mesmo tenha planos de deixar de usá-los, a dica que Roberta traz é a de se considerar a venda desses itens e recuperar parte do valor investido. “Com isso, a organização gera recursos, dá uma nova vida aos ativos que não serão mais utilizados por ela, reduz o desperdício e apoia a economia circular”, finaliza.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores