sábado , 15 junho 2024
Capa » Indústria farmacêutica - saúde humana » União Química inaugura unidade biotecnológica para produção de biofármacos em Brasília

União Química inaugura unidade biotecnológica para produção de biofármacos em Brasília

Foram investidos mais de R$ 100 milhões na expansão da planta industrial, que tem capacidade para produzir até 8 milhões de ampolas ao ano.

 A União Química Farmacêutica inaugurou a Bthek Biotecnologia, fábrica dedicada ao desenvolvimento e produção de biofármacos inovadores. Foram investidos mais de R$ 100 milhões na expansão da área produtiva da planta industrial, instalada em Brasília. A unidade foi projetada para biorreatores (local de cultivo das células) de até 200 litros. Isso significa uma capacidade de produção de, por exemplo, até 8 milhões de doses (ampolas) ao ano.

A fábrica conta também com um conjunto de equipamentos single-use da GE Healthcare chamado FlexFactory, que permite a fabricação de proteína recombinante. Este equipamento é o que há de mais moderno no mercado e o único na América Latina.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, e presidente da União Química, Fernando de Castro Marques. Foto: Fabiano Neves

O diferencial é que a parte molhada (que entra em contato com o produto) é descartável, gerando mais velocidade e flexibilidade na produção. “O futuro está atrelado à biotecnologia e a Bthek será parte atuante nesses avanços. Estamos investindo no desenvolvimento de novos produtos biotecnológicos inovadores nas linhas humana e veterinária, com capital 100% nacional”, afirma Fernando de Castro Marques, presidente da União Química.

A Bthek foi fundada por pesquisadores da Embrapa em 1999 para produzir inseticidas biológicos para controle de mosquitos transmissores da dengue e da malária. Em 2012, foi adquirida pela União Química, que manteve essa produção e iniciou a expansão da área produtiva da planta para comportar também a área de biofármacos.

Dentre os novos produtos biotecnológicos desenvolvidos estão o hormônio de crescimento humano (hGH) e o Interferon Alfa 2A, que é uma proteína de ocorrência natural com atividade antiviral indicada principalmente para tratamento das Hepatites B e C e alguns tipos de Leucemia. “Também produziremos na Bthek o Amblyomin-X®, primeiro medicamento biológico anti-tumoral inovador a ser 100% desenvolvido em território nacional e que está iniciando os testes clínicos”, explica Marques.

No segmento veterinário, a União Química desenvolveu a Somatotropina bovina (bST), hormônio natural de crescimento animal que aumenta a produção leiteira em mais de 20%. O desenvolvimento do BST, incluindo compra de tecnologia, de equipamentos e pesquisas de campo, entre outros, durou cinco anos. “O objetivo da União Química é reduzir o preço do produto e expandir sua utilização no país. Hoje, apenas 5% dos produtores de leite no Brasil utilizam esse hormônio natural e, por isso, temos uma grande fatia de mercado para ocupar”, afirma Marques. A empresa também investe na produção do eCG (gonadotrofina coriônica animal), que estimula o crescimento folicular.

A União Química completou 80 anos de atuação posicionada como uma das maiores e mais sólidas empresas da indústria farmacêutica. Com capital 100% nacional, está entre as dez maiores companhias farmacêuticas brasileiras. Em Saúde Humana, atua nos mercados hospitalar e de varejo, com três linhas de produtos: Hospitalar, Genom (Oftalmologia, Dermatologia e Medicina Geral) e Farma (Marcas, Genéricos e Andromed OTC). Em Saúde Animal, a Agener ganha destaque nos segmentos animais de companhia (pets) e animais de produção e reprodução animal.

 

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores