quinta-feira , 5 dezembro 2019
Capa » HVAC-R » Vendas do Grupo Danfoss crescem 4% nos três primeiros trimestres de 2019

Vendas do Grupo Danfoss crescem 4% nos três primeiros trimestres de 2019

Durante os primeiros nove meses de 2019, a Danfoss aumentou em 4% as vendas, somando 4,8 bilhões de euros, impulsionada pelos principais negócios do Grupo e um foco global crescente em eficiência energética e eletrificação como parte da transição verde.

Em particular, os mercados da Europa, partes da Ásia, América Latina e Rússia registraram crescimento, impulsionando as vendas mais altas. A Danfoss gerou lucros operacionais (EBITA) de 602 milhões de euros, um aumento de 5% em comparação com os primeiros nove meses do ano passado, e uma margem EBITA de 12,7%.

“Estamos satisfeitos com os resultados dos primeiros nove meses deste ano. As vendas de produtos com eficiência energética e as soluções elétricas cresceram, e nossos ganhos aumentaram também no terceiro trimestre. Embora enfrentemos alguma incerteza na economia global, continuamos a ver boas oportunidades de crescimento à medida que nossas soluções de economia de energia se traduzem no foco global fortalecido em sustentabilidade e transição verde. Concretamente, vemos isso no diálogo com nossos clientes e isso é algo que buscamos”, afirma Kim Fausing, presidente e CEO do grupo.

Como parceira de tecnologia, a Danfoss, por exemplo, desempenha um papel ativo na transformação de todo o setor de transporte, com o desenvolvimento de novas plataformas elétricas e híbridas para carros, ônibus, navios e máquinas de construção. O foco da Danfoss na inovação e no crescimento futuro se reflete no investimento de 212 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos durante os primeiros nove meses de 2019, correspondendo a 4,5% das vendas.

“Vemos um interesse significativamente maior de nossos clientes por uma estreita colaboração com a Danfoss no desenvolvimento de sistemas. O motivo são nossos fortes negócios principais e o fato de, durante vários anos, investirmos pesadamente em novas tecnologias e software. Isso significa que hoje estamos na vanguarda, especialmente em eletrificação e digitalização. E é também por essa razão que, apesar da crescente volatilidade, continuamos a ter uma visão otimista do futuro”, conclui Kim Fausing.

Principais números dos primeiros nove meses de 2019:

  • As vendas aumentaram 4%, somando 4,75 bilhões de euros (terceiro trimestre de 2018: 4,56 bilhões), correspondendo a um crescimento de 2% em moeda local.
  • O lucro operacional antes da amortização relacionada à aquisição (EBITA) aumentou 5% para 602 milhões de euros (terceiro trimestre de 2018: 576 milhões). A margem EBITA foi de 12,7% (terceiro trimestre de 2018: 12,6%).
  • O lucro líquido nos primeiros nove meses foi de 383 milhões de euros (terceiro trimestre de 2018: 374 milhões).
  • Os investimentos em inovação aumentaram 10%, somando 212 milhões de euros (terceiro trimestre de 2018: 192 milhões), correspondendo a 4,5% das vendas (terceiro trimestre de 2018: 4,2%).

Alterações nos relatórios financeiros:

Como resultado do aumento da atividade de aquisições e desinvestimentos de empresas, a Danfoss escolheu, em setembro de 2019, o índice financeiro Lucro operacional antes da amortização relacionada à aquisição (EBITA) como medida do desempenho da rentabilidade. O EBITA é definido como o lucro antes dos juros, impostos e amortizações, ganhos e perdas relacionados a aquisições e desinvestimentos. O EBITA medido em relação às vendas leva à margem EBITA. O EBITA também é usado por muitas empresas, às quais a Danfoss se compara.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores