terça-feira , 25 setembro 2018
Capa » HVAC » Uso do ar condicionado no inverno: como garantir uma temperatura agradável e o ar limpo

Uso do ar condicionado no inverno: como garantir uma temperatura agradável e o ar limpo

Por Leonardo Cozac.

No inverno é muito comum as pessoas se manterem fechadas dentro dos ambientes residenciais ou comerciais. Contudo, essa é uma prática que contribui significativamente para a proliferação de doenças, em especial as respiratórias. O que poucos sabem é que boa parte dos aparelhos de ar condicionado também possuem a posição quente.

Embora custe um pouco mais caro, esses aparelhos garantem uma temperatura agradável o ano todo, sem ter que recorrer a outros equipamentos, como os aquecedores portáteis que, além de consumirem muito mais energia por usarem resistência, são também muito perigosos visto que podem causar queimaduras ao encostar ou até mesmo pegar fogo se tomarem contato com papéis ou tecidos.

Outro equipamento bastante comum no inverno são os umidificadores de ar. Como em algumas regiões do país essa é a estação mais seca do ano, muitos recorrem a esses aparelhos a fim de melhorar a qualidade do ar, que deve ter umidade mínima de 35%. No caso de ar condicionado com controle central é possível projetar todo o sistema já levando em consideração a umidificação, garantindo mais esse conforto.

Além de recorrer a vários equipamentos, muitas pessoas acabam ignorando completamente os seus aparelhos de ar condicionado nos meses mais frios. Quando o calor chega, simplesmente ligam seus aparelhos de volta, sem levar em consideração as necessidades de manutenção.

O recomendado é que o ar condicionado residencial seja limpo, no mínimo a cada seis meses. No verão, é preciso fazer a limpeza do filtro pelo menos uma vez ao mês. Em caso de ambientes não residenciais, existem normas que exigem a manutenção periódica, inclusive com o aval de um responsável técnico.

E, por mais que o ar condicionado costume gerar muitas discórdias – em especial entre homens e mulheres, que tem temperaturas corporais diferentes – as normas definem a temperatura ideal para cada época do ano, sendo entre 20 e 22ºC no inverno e entre 23 e 26ºC no verão, visando minimizar os choques térmicos ao entrar ou sair de ambientes climatizados.

Então, quem quiser uma temperatura agradável e mais saúde nesse inverno, em vez de recorrer a vários aparelhos paliativos, deve investir mesmo é no ar condicionado. Mantendo os cuidados em dia, além de economia, o consumidor consegue muito mais conforto térmico e um ar de qualidade bem superior.

Leonardo Cozac é engenheiro mecânico, Diretor na Conforlab e apoiador do DNPC. Também é membro do Qualindoor – Departamento nacional de Qualidade do Ar Interno, da ABRAVA.

Sobre a ABRAVA e o DPNC: http://abrava.com.br

A ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento – é uma instituição sem fins lucrativos que congrega e representa empresas nacionais e multinacionais atuantes nas áreas de indústria, comércio e serviços ligados ao mercado AVAC-R (aquecimento, ventilação, ar condicionado e refrigeração). Um dos departamento da instituição é conhecido como DNPC – Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores – que atende a necessidade de reunir e integrar empresas dedicadas exclusivamente à atividade de projetos na área AVAC-R. Seu objetivo é encontrar melhores técnicas, estabelecer parâmetros e alinhar procedimentos para que sempre haja maior garantia de qualidade nos projetos desenvolvidos para o setor. A Associação, como um todo, acaba por defender os interesses da classe, assim como promover boas práticas do meio, sempre prezando pelo respeito ao meio ambiente e ao cliente.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*