sexta-feira , 5 junho 2020
Capa » HVAC-R » PMOC e seus Benefícios contra a Surto do Coronavírus

PMOC e seus Benefícios contra a Surto do Coronavírus

De tempos em tempos o mundo é assolado por crises globais na área de Saúde, pelo surgimento de focos de doenças variadas, associadas principalmente às contaminações com vírus. E, preocupada com este cenário a ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento que atua no fomento das Boas Práticas da Engenharia em favor do bem-estar das pessoas e qualidade de vida, faz novo alerta à Sociedade diante de mais um perigo iminente.

Um novo vírus está no Ar, o coronavírus (COVID-19), trata-se de uma família de vírus que causam infecções respiratórias.

De acordo com o Ministério da Saúde, os tipos de coronavírus conhecidos até o momento são:

  •  Alpha coronavírus 229E e NL63.
  • Beta coronavírus OC43 e HKU1
  • SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS), identificado em 2002.
  • MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS) identificado em 2012.
  • SARS-CoV-2: novo tipo de vírus do agente coronavírus, chamado de novo coronavírus, que surgiu na China em 31 de dezembro de 2019.

Como o novo coronavírus é transmitido?

As investigações sobre as formas de transmissão do novo coronavírus, ainda estão em andamento, mas a disseminação se dá de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação acontece por gotículas respiratórias ou contato físico. Qualquer pessoa que tenha contato próximo, cerca de 1 metro, com alguém com sintomas respiratórios corre o risco de estar exposta à infecção.

De acordo com o Ministério da Saúde, apesar de não se saber ao certo como acontece, a transmissão do coronavírus ocorre pelo ar ou por contato pessoal, com período médio de incubação de 5 a 12 dias de intervalos, quando os primeiros sintomas costumam aparecer desde à infecção.

O que deve ser levado em consideração?

É fato que uma das formas de contaminação, é pelo AR!

Nas instalações de ar condicionado mais comuns existem filtros de ar, cuja função é reter partículas sólidas e líquidas, e filtros de mediana eficiência que retêm essas partículas. Os vírus quando existentes no ar são transportados por essas partículas. Neste sentido, impedindo a passagem dessas partículas, impede-se a chegada dos vírus e bactérias ao ambiente.

Para aplicações especiais existem filtros de alta eficiência, os chamados filtros hepa (high efficiency particulate air filter) que retêm particulados de dimensões de 0,3 micra com eficiências de até 99,97%.  Por isso, a utilização de baterias de filtração, tanto nos sistemas de recirculação como nos sistemas de renovação, ajuda em muito na manutenção da concentração de particulado em níveis mais baixos, colaborando assim com a diminuição da contaminação.

Deve-se também, manter os sistemas de renovação de ar em condições adequadas, ou seja, diluindo e removendo poluentes dos ambientes climatizados, cujo resultado obtido será a redução do risco de contaminação para uma série de doenças transmissíveis pelo ar, inclusive as virais.

O PMOC – Plano de Manutenção, Operação e Controle de sistemas de climatização tem parâmetros para a Qualidade do Ar, determinados pela  Resolução do Ministério da Saúde – ANVISA, a RE-09, que apresenta os níveis máximos de concentração dos poluentes mais conhecidos e de fácil detecção, entre eles, o índice de CO2 e quantidade de fungos (ufc/m3). A resolução também apresenta os níveis aceitáveis de temperatura, umidade, velocidade do ar e fator de renovação.

O que podemos fazer?

Assegurar que o ar que respirado em ambientes fechados esteja no mínimo dentro  destes parâmetros é contribuir para evitar contaminações variadas, colaborando assim, para a boa saúde e bem-estar da população em geral, evitando-se desta forma, ambientes com excesso de poluentes, temperaturas muito baixas ou muito altas, entre outros aspectos.

Locais fechados com alta concentração de pessoas como shopping centers, agências bancárias, salas de telemarketing (callcenter) e escolas devem ter especial atenção à renovação do ar, inclusive com monitoramento constante do nível de CO2, com objetivo de manter uma eficiente renovação do ar.

Todas as aplicações da manutenção e substituição dos filtros de ar dos sistemas de climatização devem ser feitas de forma rigorosa.

Diante desta ótica percebe-se que, os serviços de manutenção e restrita observação das rotinas do PMOC podem obter, além de conforto, também algum grau de segurança para as pessoas. Os serviços especializados de manutenção nos sistemas de climatização assumem papel importante na vida das pessoas em geral, determinado pelo tempo em que as mesmas ficam expostas à ambientes artificialmente condicionados.

Conclusão

Podemos afirmar que, além das várias ações previstas no PMOC, em especial a verificação de todos os sistemas de renovação e tomada de ar externo, que estejam limpas, operacionais, com vazões adequadas, filtros de ar em boas condições ,bandejas de condensado limpas e com boa drenagem, ventiladores e serpentinas limpos, e em bom estado, são fatos que, com certeza irão contribuir para a melhora do ar respirado em ambientes climatizados, garantido desta forma, um ar mais limpo e uma  melhor qualidade.

E, fato que muitas ocorrências ainda acontecerão para que se saiba como controlar ou combater o coronavírus, a ABRAVA continuará a acompanhar a evolução deste assunto, e caso seja necessário se posicionará novamente sobre o tema. Para casos específicos de dúvidas, entrar em contato pelo email [email protected].

Fonte: Diretoria Técnica ABRAVA

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores