sexta-feira , 18 outubro 2019
Capa » HVAC-R » Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores da ABRAVA comemora sucesso da 19ª edição e empossa novo presidente
Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores da ABRAVA comemora sucesso da 19ª edição e empossa novo presidente
Abertura do evento com autoridades.

Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores da ABRAVA comemora sucesso da 19ª edição e empossa novo presidente

Evento destacou a utilização de tecnologias não convencionais em prol da eficiência dos equipamentos e sistemas de AVAC-R.

Cerca de 360 profissionais estiveram presentes ao XIX ENPC – Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores da ABRAVA, realizado entre os dias 10 e 11 de setembro de 2019, simultaneamente a 21ª Febrava – Feira Internacional de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento, e ao 16º Conbrava – Congresso Brasileiro de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar.
Organizado pelo Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores – DNPC da ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento, o XIX ENPC teve como objetivo, destacar e estimular a aplicação de tecnologias não convencionais, reunindo renomados especialistas do setor.

A solenidade de abertura contou com as presenças de Arnaldo Basile, presidente executivo da Abrava; Mario Sérgio Almeida, então presidente do DNPC; Carlos Eduardo Trombini, presidente do Sindratar-SP; Eduardo Hugo Muller, presidente da Asbrav; e Luiz Emilson Leiria, presidente da Anprac.

Na sequência, Silvio Aires, engenheiro de operação, modalidade refrigeração e ar condicionado, formado pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), recebeu das mãos de Roberto Montemor e Miguel Ferreirós o prêmio Profissional Destaque na Área de Projetos e Consultoria em AVAC-R.
Há 53 anos no mercado, Aires fez uma retrospectiva de sua atuação como profissional e professor da FEI (Faculdade de Engenharia Industrial), agradecendo a todos os presentes, e ressaltou a necessidade do constante aprendizado frente à evolução dos equipamentos e sistemas.

“Quando comecei, calculávamos com régua de cálculo, e hoje, acredito que muitos profissionais mais novos sequer ouviram falar deste método! Muito tempo depois é que utilizei uma calculadora, sempre atento às novas exigências do mercado. Estou muito emocionado, feliz e grato com essa homenagem, que partiu de pessoas que militam ativamente em prol das boas práticas de engenharia para o setor de AVAC-R. Me sinto acolhido, no meio de amigos de longa data e pessoas com quem convivi bastante tempo, seja por meio profissional ou como professor! Tive o prazer de rever muita gente que gosto e admiro, e foi uma honra receber esse prêmio”, disse Aires.

DNPC empossa novo presidente

No dia 11 de setembro, houve a cerimônia de posse da nova gestão 2019-2021 do DNPC.
Na ocasião, Mario Sérgio Almeida passou a Miguel Ferreirós o cargo de presidente do DNPC para os próximos dois anos.

Durante sua gestão, Mario Sérgio organizou diversas atividades junto ao DNPC, entre elas, o lançamento do livro Coletânea DNPC de Artigos Técnicos; os softwares QualiAr para cálculo de vazão de ar externo e filtragem, e o Extrakt, composto por três partes: pressurização de escadas, extração de fumaça gerais e extração de fumaça de atrium.

“Foram dois anos de muita felicidade para mim. Em 2017, eu entrei feliz, e hoje, estou saindo mais feliz ainda, pois tive a oportunidade de aprender muito profissionalmente e reconheci quantas pessoas inteligentes existem e muitos profissionais competentes, não só como técnicos, mas como seres humanos. Me impressionaram muito e vi a quantidade de pessoas boas que existe no DNPC e no relacionamento com o entorno da ABRAVA, incluindo fabricantes, instaladores e outros com quem convivi. Quem saiu beneficiado fui eu, me enriqueci profundamente de conhecimento, de sentimento e de espiritualidade. Finalizo esta gestão com muita emoção, porque nesses dois anos, Deus me deu a oportunidade de servir, e sempre digo para mim mesmo: ‘Qual é a tua tarefa na terra? A minha tarefa na terra é servir e amar’”, disse emocionado.

Para Sonia Almeida, esposa de Mario, foi muito gratificante vê-lo feliz nesses dois anos de atividade no DNPC: “Residimos em Salvador e toda vez que Mario dizia que iria para São Paulo a trabalho, por conta do DNPC, era com tanta alegria que eu não conseguia ficar triste com sua ausência. Valeu a pena, pois a alegria dele é minha alegria também! Mario é e sempre foi um homem especial e me sinto honrada de tê-lo como marido e companheiro de vida”.

Sobre a nova gestão, o presidente empossado Miguel Ferreirós, diz que as diretrizes continuarão da mesma maneira.
“Há tempos adotamos uma nova maneira de dirigir o DNPC, onde o presidente age em conjunto com os membros, e as decisões são tomadas de forma colegiada. Os past presidentes participam ativamente de todas as decisões, isso nos dá segurança e fica muito mais fácil. Estamos dentro do guarda-chuva da ABRAVA e nos sentimos muito bem desse jeito, com todo apoio e suporte para os projetos do DNPC. Pretendemos assim, continuar com as atividades para o desenvolvimento de softwares que permitam ganho na produtividade, dando sequência aos trabalhos nos comitês de normas técnicas, lançar um segundo volume do livro de coletâneas de artigos técnicos, entre outras atividades. Costumo dizer o seguinte slogan ‘Teoria é igual a pr&a acute;tica’. O DNPC prima por divulgar informação de qualidade e isso não se faz sozinho, assim, pretendemos nos aproximar ainda mais do SENAI, do núcleo de estudantes e novos engenheiros da Ashrae Brasil Chapter, trazendo essa turma mais para perto; além de estreitar as informações entre os DNs da ABRAVA, sociedades e instituições próximas ao DNPC”, informa Ferreirós.

Conservação de energia, tecnologias ativas, automação e IoT

Sem dúvidas, o XIX ENPC foi o maior e mais esperado encontro de projetistas e consultores de AVAC-R do Brasil, reunindo palestrantes renomados, entre eles, o engenheiro Francisco Dantas, da Interplan, que defendeu a adoção de tecnologias de conservação e de eficientização energética através do desacoplamento entre cargas e resfriamento radiante, utilizando sistema DOAS, vigas frias, etc.

Das presenças internacionais, Tom Daenzer, da Belimo Américas, falou sobre IoT (Internet das Coisas) e sistema de AVAC, pontuando os avanços na área de monitoramento remoto de sistemas de ar condicionado, armazenagem em nuvem e integração das redes de comunicação; e Jorge Cuevas, da Klingenburg Ibérica, enfatizou a recuperação de calor através da utilização de rodas entalpicas.

Debutante no segmento AVAC, a Aerem Coifas Lavadoras e Lavadores de Gases, levou as novidades e a evolução das coifas depuradoras em cozinhas profissionais, ministrada por Domenico Capulli.  Já Henrique Cury e Manoel Gameiro, ambos da Ecoquest, mostraram aos engenheiros projetistas, as tecnologias ativas para o setor hospitalar, gerando economia energética e segurança, métodos de validação, dimensionamento e aplicabilidade.

Sistemas que poderiam ser melhores explorados e que garantem consumo menor de energia elétrica e sustentabilidade foi a tônica da palestra de Milton Shimada, da Trox do Brasil.
As soluções adotadas em instalações dedicadas a Estabelecimentos de Saúde (EAS), destacando a visão de projeto bem concebido, atendendo às mais apuradas técnicas, e a realidade financeira e gerencial do país, foi o tema de Mário Alexandre Möller Ferreira, da Projetos Avançados Engenharia.

Na sequência, foram discutidos os sistemas hidrônicos, qualificações e tecnologias disponíveis voltadas para a necessidade real do cliente, evitando a aplicação de soluções triviais popularmente conhecidas, ministrado por Amanda Salamone dos Santos, da IMI Hydronic.

Celso Doná, da LG Electronics, dividiu sua apresentação com Pedro Luiz M. Silva Jr, da Comgas, discorrendo sobre a aplicação do gás natural como solução no ar condicionado, destacando a utilização em horários de ponta e situação política e econômica do gás natural no Brasil. Doná ainda levou os projetistas para uma visita técnica a CAG (Central de Água Gelada) do São Paulo Expo.

Fraulein Vidigal de Paula, do IP – USP, apresentou o desempenho cognitivo na abordagem da qualidade do ar, destacando os fatores que influenciam na concentração de CO2, interação com o ambiente, aprendizagem, alcance de metas, entre outras funções.

Oportunidades de tecnologias não convencionais já bem desenvolvidas e consolidadas, mas que enfrentam algumas barreiras e que podem trazer benefícios aos usuários de sistemas de HVAC, desde conforto à sustentabilidade, foram destacadas por Matheus Lemes e Rafael da Costa Dutra, ambos da Trane.

Lineu Teixeira de Freitas Holzmann, da Armacell South America, abordou as novas tecnologias de revestimento para sistemas isolados, com ênfase no suporte para tubulação isolada, que permite instalação rápida e manutenção zero.
Mudanças no conceito de projeto e execução, visando a economia no sentido global dos sistemas de ventilação e o consumo eficiente de energia, foi amplamente discorrido por André Zaghetto, da Sicflux. O nível de eficiência dos produtos, desde a concepção do projeto, passando pelos processos de Teste, Ajuste e Balanceamento até a mão de obra qualificada, foi apresentada por Cristiano Brasil, da Midea Carrier.

Bruno Gomes Bonaldi, da Evapco, destacou um equipamento com tecnologia híbrida de resfriamento, mostrando suas vantagens, desde a concepção do projeto até a manutenção durante a vida útil.

Soluções com múltiplas funções, alto nível de tecnologia e controle, IOT, monitoramento remoto, inteligência artificial, e sistemas VRF, foram temas tratados por Daniel Fraianeli, da Samsung.

Exemplos de aplicações projetuais por meio de simulações de ventilação e tratamento de ar para hospitais e laboratórios através do software Contam, e seu módulo CFD, foram amplamente explorados por Bruno Perazzo Barbosa, da Fiocruz.

Rogério Marson Rodrigues, da Eletrofrio Refrigeração, palestrou sobre a aplicação do propano (R290) e CO2 (R744) em sistemas de refrigeração comercial, e ressaltou as tecnologias que estão emergindo com muita rapidez e solidez, trazendo soluções antes tidas como improváveis para o mercado brasileiro.

Encerrando o ciclo de palestras, Guilherme Renato Caldo Moreira, economista da ABRAVA, comentou o cenário econômico e impactos no setor de AVAC-R, tratando os caminhos da economia brasileira, novos desafios surgem e exigência das empresas por soluções inovadoras.

O XIX ENPC teve apoio de mídia do Portal 2A+Farma.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores