sábado , 15 junho 2024
Capa » Home » Saúde brasileira: a urgência da autonomia na produção nacional de insumos e medicamentos
Saúde brasileira: a urgência da autonomia na produção nacional de insumos e medicamentos
Marcelo Mansur, CEO da Nortec Química. Divulgação

Saúde brasileira: a urgência da autonomia na produção nacional de insumos e medicamentos

A produção brasileira pode melhorar estoques e fortalecer a reação do país diante de crises sanitárias e da própria demanda interna de saúde

Os investimentos na indústria nacional são também uma oportunidade para debater diversas pautas urgentes, que vão desde a atenção primária no atendimento da população até o tratamento de doenças crônicas, que hoje atingem milhares de pessoas no Brasil, como asma, obesidade e Alzheimer. No entanto, é importante que o Governo Federal, entidades do setor e a sociedade possam refletir e agir para a melhoria da base da cadeia produtiva responsável pela fabricação de insumos farmacêuticos ativos (IFAs). O assunto vem ganhando mais destaque com os anúncios do novo PAC e os planos para o Complexo Industrial da Saúde. 

Conforme apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de idosos cresceu. Este grupo teve um salto de 57,4% em 14 anos, o que representa, atualmente, 15,6% da população. Esta é uma faixa etária que necessita de  acompanhamento e suporte dos sistemas público e privado, visando não só tratamento de doenças, mas o controle e prevenção de diagnósticos, como hipertensão, diabete, câncer, etc.

Atenção ao défict

Por isso, pensando na constante necessidade de atendimento do sistema de saúde, é essencial fortalecer a produção nacional de IFAs e fármacos. Conforme apurado pela Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos (Abiquifi), o Brasil produz apenas 5% de todos os insumos de que necessita. 

“Este déficit pode custar caro, principalmente quando surgem situações em que a escassez de oferta e a alta demanda levam a consequências trágicas, como foi na pandemia. E o que aconteceria se faltasse medicamento para atender os mais de dois milhões de casos de dengue registrados no Brasil, conforme dados do Ministério da Saúde divulgados em março? É preciso estar preparado com estoques e produções internas para responder rapidamente a crises como esta, já que a estimativa é de dobrar esse número até o fim do ano”, comenta Marcelo Mansur, CEO da Nortec Química, maior fabricante de insumos farmacêuticos ativos da América Latina.

Perspectivas com o novo PAC

Investir na autonomia da produção farmoquímica e farmacêutica é um movimento estratégico e de segurança, defendido há anos por instituições de saúde, representantes do setor industrial e sociedade. Por isso, a Nortec Química é uma das empresas brasileiras que faz parte do Grupo Executivo do Complexo Econômico-Industrial da Saúde (GECEIS) e vem acompanhando esses movimentos, que já devem trazer resultados positivos a partir de 2024.

“O novo PAC traz uma perspectiva real e positiva com o Complexo Industrial da Saúde, que visa aumentar em 70% a autonomia de produção do Brasil nos próximos 10 anos. Para isso, já foram liberados, em dezembro de 2023, mais de R$ 650 milhões para o projeto, o que inclui o retorno das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), que são essenciais para o fomento da fabricação de insumos e, consequentemente, medicamentos, além de ser um incentivo econômico às empresas brasileiras” comenta, Marcelo.

Sobre a Nortec Química     

A Nortec Química é a maior fabricante de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFAs) da América Latina, investindo em Tecnologia, Pesquisa e Desenvolvimento e Inovação em seus processos. A Companhia é a única produtora de Benznidazol no Brasil, IFA utilizado no tratamento da Doença de Chagas e é a maior produtora de Antirretrovirais do Ocidente. A relevância da Nortec Química no cenário mundial permanece com o aumento da capacidade produtiva e na atuação em P&D com o projeto de instalação da Primeira Planta para Drogas de Alta Potência, contribuindo com soluções tecnológicas para a melhoria do bem-estar, da vida e da saúde das pessoas. A empresa foi fundada na década de 80 em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.   

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

× Fale com os gestores