quinta-feira , 2 dezembro 2021
Capa » Cadeia fria » Termotécnica e Sensorweb lançam solução completa de monitoramento da Cadeia Fria

Termotécnica e Sensorweb lançam solução completa de monitoramento da Cadeia Fria

Solução atende as especificações do marco regulatório RDC 430/20 da Anvisa, que dispõe sobre boas práticas de Distribuição, Armazenagem e Transporte de Medicamentos termolábeis

A Termotécnica, líder nacional em embalagens técnicas em EPS, que há mais de duas décadas atende o segmento da Cadeia Fria, fornecendo para as campanhas de vacinação do Ministério da Saúde, está lançando a marca TermoChain com uma linha completa de soluções para controle e monitoramento de temperatura em armazenagem e transporte de medicamentos termolábeis. Para atender todas as especificações do marco regulatório RDC 430/20 da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que dispõe sobre as Boas Práticas de Distribuição, Armazenagem e de Transporte de Medicamentos, a Termotécnica firmou uma cooperação técnica com a startup Sensorweb. Desta maneira o mercado pode combinar as tecnologias destas empresas, líderes em seus segmentos, para cumprir a nova regulamentação da Anvisa, que passou a vigorar a partir de março de 2021, e que exige que as empresas do setor se adequem, mantendo o monitoramento e controle da temperatura de medicamentos e vacinas em toda a cadeia de distribuição.

Desde a sua fundação há 60 anos, a Termotécnica tem sido pioneira e protagonista no mercado de soluções de embalagens em EPS (isopor® – marca registrada de terceiro) no país e vem se reinventando, atendendo às novas demandas dos clientes e dos consumidores. “Estamos sempre atentos às novas tendências tecnológicas, às mudanças de comportamento dos consumidores e às necessidades dos clientes para agregarmos as expertises de nosso time multidisciplinar para desenvolver e lançar no mercado soluções inovadoras de forma rápida e eficiente. Agora, em cooperação técnica com a Sensorweb, a Termotécnica oferece uma solução completa, integrando as embalagens para acondicionamento, transporte e conservação de produtos termossensíveis, com sensores físicos e sistema on-line para rastreamento, controle e monitoramento da temperatura ao longo da cadeia logística”, diz o presidente da Termotécnica, Albano Schmidt.

Douglas Pesavento, CEO da Sensorweb, complementa: “Além de uma solução inovadora, esta cooperação técnica visa oferecer uma alternativa especializada e com respaldo de anos de atuação em cadeia fria de ambas as empresas para apoiar o mercado na adequação à RDC 430/20″. Acompanhando os desafios do setor, a startup Sensorweb, com sede em Florianópolis (SC), é pioneira em soluções de Internet das Coisas (IoT) e principal referência no monitoramento de temperatura para a cadeia fria da Saúde no Brasil. Com uma solução completa de IoT, está presente em unidades de saúde de mais de 220 clientes e parceiros de renome nacional e internacional. São mais de seis mil sensores de monitoramento instalados em hospitais, clínicas e operadores logísticos que atendem o segmento.

Com mais de 100 marcas e patentes de inovação registradas e experiência de 20 anos no desenvolvimento e fornecimento de soluções para o mercado fármaco, a Termotécnica tem trabalhado em diversas frentes voltadas à transposição de barreiras logísticas. É fornecedora para campanhas de vacinação nacional como a do H1N1, produzindo conservadoras que abrangem rotas de até 120 horas. Especificamente para transportar as vacinas para Covid-19, as conservadoras da Termotécnica estão sendo utilizadas com diferentes tecnologias e elementos de refrigeração, para atender cada uma das faixas de temperatura, sejam elas de 2 a 8°C ou de -70°C.  “Por suas características térmicas, o EPS proporciona grande estabilidade de temperatura, além de ser capaz de absorver impactos e garantir assim a integridade dos medicamentos”, complementa o Gerente de Inovação Empreendedora, Alexandre Cotrim.

A manutenção da temperatura em níveis adequados na indústria farmacêutica e nos serviços de saúde é fundamental, especialmente num país de dimensões continentais e características climáticas regionais, como é o caso do Brasil. “A temperatura é um dos pontos críticos para a indústria farmacêutica. É uma verdadeira corrida contra o tempo. E agora, com a nova resolução da Anvisa, as empresas fornecedoras da Cadeia Fria terão que se adaptar e passam a contar com soluções que se complementam, como é o caso do que estamos oferecendo ao mercado com a linha TermoChain”, explica Albano Schmidt, da Termotécnica.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores