segunda-feira , 6 julho 2020
Capa » Automação » Inteligência artificial brasileira ajuda no combate à Covid-19

Inteligência artificial brasileira ajuda no combate à Covid-19

A inteligência artificial tem sido uma grande aliada no combate ao coronavírus. O que antes parecia apenas muito futurista, hoje é uma realidade em áreas da saúde.

Ao redor do mundo, diversos algoritmos de IA vêm sendo utilizados para acompanhar de perto o avanço da pandemia. Para além disso, essa tecnologia também pode ser utilizada para facilitar a detecção e o diagnóstico de pessoas infectadas.

Um exemplo disso é o Sistema Laura, uma plataforma de inteligência artificial brasileira, treinada para auxiliar a equipe médica assistencial a evitar danos a pacientes por meio de análises preditivas. Com o sistema, é possível antecipar em até 12 horas o alerta de deterioração clínica, possibilitando a intervenção antecipada, quando combinado ao monitoramento contínuo de sinais vitais, auxiliando ainda na otimização de resultados clínicos e financeiros. Benefícios? Uma média de 12 vidas salvas por dia, redução de 25% na taxa de mortalidade e menos sete horas no tempo de internação por paciente, com ajuda do robô, nos hospitais vinculados.

A tecnologia do Instituto Laura Fressatto, criada pelo arquiteto de sistemas Jacson Fressatto em homenagem a filha, vítima da alta mortalidade da SEPSE, já beneficia há 10 anos pessoas em diversas partes do país, mas agora deve ganhar escala devido a aliança com o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) — organização social vinculada ao MCTIC. O acordo entre as instituições possibilitou levar essa tecnologia para dentro de hospitais da rede pública. O Hospital das Forças Armadas (HFA) foi o primeiro deles, já em implementação. O próximo passo do projeto fomentado pelo Ministério é ampliar a rede de hospitais públicos conectados pela Laura e atender mais pacientes, com mais qualidade, menor tempo e menor custo.

Mas não apenas quem dá entrada na unidade de saúde é atendido pelas funcionalidades da IA: uma versão de Pronto Atendimento Digital foi criada para combater a pandemia. Em uma espécie de triagem online, o robô atende os pacientes, antes mesmo de eles chegarem aos hospitais, com uma série de perguntas, que tem como resposta a orientação sobre buscar atendimento médico. Assim, a Laura ajuda a evitar visitas desnecessárias a instituições de saúde, diminuindo aglomerações e possibilidade de contágio.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores