quarta-feira , 11 dezembro 2019
Capa » Automação » FDA emite aviso sobre dispositivos médicos vulneráveis ​​ao ataque de hackers

FDA emite aviso sobre dispositivos médicos vulneráveis ​​ao ataque de hackers

O FDA (Food and Drug Administration) emitiu na última terça-feira um alerta para os consumidores sobre falhas potencialmente graves de segurança cibernética em alguns dispositivos médicos que poderiam permitir que hackers os controlem remotamente.

Dispositivos médicos que usam software de terceiros da IPnet estão em risco, segundo o FDA. O órgão regulador disse que não tem certeza de quantos ou mesmo quais dispositivos específicos, como bombas de insulina ou marca-passos, são vulneráveis ​​a serem invadidos.

Os pesquisadores identificaram 11 vulnerabilidades que podem permitir que “qualquer pessoa controle remotamente o dispositivo médico e mude sua função, cause negação de serviço ou cause vazamento de informações ou falhas lógicas, o que pode impedir o funcionamento do dispositivo”.

O FDA disse que está trabalhando com “várias partes interessadas e especialistas no assunto para obter uma melhor compreensão” do risco à segurança e identificar dispositivos médicos que contenham uma ou mais das vulnerabilidades.

“No entanto, devido às complexidades sobre como o código do componente de software de terceiros da IPnet foi incorporado em vários dispositivos médicos e a disponibilidade das versões exatas do sistema operacional afetadas, será difícil desenvolver uma lista abrangente de dispositivos afetados”, afirmou a porta-voz do FDA, Alison Hunt, em comunicado.

O FDA tem intensificado os esforços para monitorar a cibersegurança de dispositivos médicos nos últimos anos.

Em junho, a fabricante de dispositivos médicos Medtronic lembrou alguns modelos de bombas de insulina que estavam abertos a hackers em meio à preocupações do FDA. Na época, não havia relatos confirmados de ataques cibernéticos nas bombas.

O FDA disse na terça-feira que não tem conhecimento de nenhum evento adverso confirmado relacionado às vulnerabilidades relacionadas à IPnet.

A agência recomenda que os profissionais de saúde aconselhem os pacientes que usam dispositivos médicos que podem ser afetados.

Os fabricantes de dispositivos foram solicitados pelo FDA para avaliar o impacto das falhas de segurança cibernética e comunicar suas descobertas à agência.

Fonte: https://www.cnbc.com

Tradução livre: equipe 2A+ Farma 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Fale com os gestores