sábado , 23 outubro 2021
Capa » 2019 » junho (Página 5)

Arquivos Mensais: junho 2019

Começa nesta terça o ‘Simpósio Novas Fronteiras Farmacêuticas’

Oitava edição do evento ocorrerá entre os dias 18 e 19 de junho, no auditório da sede da Agência, em Brasília. Leia Mais »

Inscreva-se no treinamento ‘Qualificação e Gerenciamento de Infraestrutura de TI’

A ISPE Brasil realiza nos dias 1º e 2 de julho 2019, em São Paulo (SP), o Treinamento “Qualificação e Gerenciamento de Infraestrutura de TI”. Além da metodologia GAMP 5, com foco em Análise de Riscos, este treinamento também aborda os conceitos de 21 CFR Part 11 e segurança da informação, Data Integrity e uso de outras metodologias similares, como PMI, Cobit, Itil, ISO 27000.

Leia Mais »

Eurofarma está entre as melhores em Gestão de Saúde para Colaboradores

Em linha com as práticas de valorização do bem-estar e qualidade de vida de nossos colaboradores, a Eurofarma foi premiada como uma das 10 empresas reconhecidas em Gestão de Saúde para os Colaboradores, referente à premiação de 2018 e promovido pelo Instituto Great Place To Work (GPTW) na cidade de São Paulo. Marcia Giffu, coordenadora de Benefícios, representou a Eurofarma no evento.  Leia Mais »

Pfizer compra fabricante de medicamentos para câncer por US$ 11,4 bilhões

A americana Pfizer chegou a um acordo para a compra da biofarmacêutica Array BioPharma, especializada no desenvolvimento de tratamentos para câncer, por US$ 11,4 bilhões. “A proposta de aquisição fortalece nosso negócio biofarmacêutico inovador. Esperamos melhorar a nossa trajetória de crescimento de longo prazo e fornecer a base para criar um líder da indústria para o tratamento do câncer colorretal”, frisou o CEO da Pfizer, Albert Bourla. Leia Mais »

Rigor destaca sistema de monitoramento ambiental simples e confiável

 A Rigor Validação e Automação fornece produtos da Vaisala, especificamente os transmissores, multifuncionais e sistema de monitoramento ambiental viewLinc.  Leia Mais »

RMS Group realiza serviços de manutenção preventiva e ensaios de certificação

A RMS Group realiza serviços de manutenção preventiva e corretiva, ensaios de certificação e qualificação de áreas limpas, sistemas HVAC, cabines de fluxo unidirecional, cabines de segurança biológica, capelas de exaustão. Leia Mais »

A Fórmula lança três novas formas farmacêuticas para manipulação de ativos

Com o objetivo de diversificar formas de manipulação de ativos e aumentar adesão a tratamentos, rede de farmácia de manipulação apresentou as novidades durante o Congresso de Prática Ortomolecular, em São Paulo, entre os dias 14 e 16 de junho. Leia Mais »

Participe do Treinamento ‘Validação de Planilhas Eletrônicas’

Devido ao grande sucesso, nova turma em setembro. Leia Mais »

Trabalhar 100% online, um caminho sem volta?

Cada vez mais, o modelo de trabalho no chamado home office, ou seja, com escritório em casa, ganha mais adeptos, inclusive pelas empresas, que veem na mudança uma chance de diminuir custos e ganhar produtividade. Mas será que trabalhar 100% online é mesmo um caminho sem volta? Leia Mais »

Maconha para tratamento depende de consulta pública

Foram aprovadas ontem pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) duas propostas que podem liberar o cultivo da Cannabis sativa (maconha) para tratamento médico e por instituições de pesquisa. Para que seja liberado o cultivo e o uso em medicamentos, as propostas agora passarão por consultas públicas.

Antes disso, elas devem ser publicadas no Diário Oficial da União, o que está previsto para ocorrer na semana que vem. Após sete dias da publicação, de acordo com a Anvisa, serão abertas para contribuição da população em geral.

Atualmente, remédios à base de maconha são usados para tratamentos de doenças como epilepsia, autismo grave e Alzheimer, e só são liberados por decisão da Justiça.

Uma das propostas trata dos requisitos técnicos e administrativos para cultivo da planta por empresas farmacêuticas. Determina que seja feita única e exclusivamente para fins medicinais e científicos, e em locais fechados. O cultivo não estaria liberado para cidadãos comuns.

A segunda resolução, sobre o registro e monitoramento de medicamentos produzidos à base de cannabis, seus derivados e análogos sintéticos, prevê a rastreabilidade dos remédios, desde o produtor, passando pelo transportador e drogarias, até o paciente.

Para o fundador da Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace Esperança), Cassiano Teixeira, as propostas são passos importantes, porém é necessário que mais pessoas tenham acesso ao tratamento com a maconha.

“A aprovação será o início de uma nova fase, mas as associações e os pais vão continuar lutando pelo direito de fazer o autocultivo, que poderia beneficiar mais pessoas. Para a Anvisa, ficaria o trabalho de fiscalizar e registrar”, declarou.

Para o neuropediatra Raphael Rangel, do Vitória Apart Hospital, a utilização da planta no tratamento de doenças precisa de medidas regulatórias. “O uso do canabidiol é mais uma opção de tratamento. Não pode ser estimulado o cultivo sem fiscalização e registro. A aprovação se torna importante para cultivo controlado”, ressaltou.

A neurologista Ana Carolina Rossi, da MedSênior, destacou que o País é um dos pioneiros no estudo do uso medicinal da maconha.

“Foi uma melhora supreendente”

A dona de casa Gerliana Ferreira, de 39 anos, luta há dois anos na Justiça para que seu filho Pedro Henrique Ferreira, de 15 anos, possa ter acesso ao uso do medicamento à base de maconha. Pedro tem epilepsia e, desde os 4 anos de idade, sofre com a doença.

“Se a Anvisa liberar o cultivo e os medicamentos à base de maconha, para mim, será uma vitória. Meu filho fez uso do medicamento por 20 dias, graças ao seu médico, e foi uma melhora surpreendente”, relatou.

Gerliane contou que o filho chega a ter mais de 12 crises convulsivas por dia. “ No ano passado, ele frequentou a escola apenas durante dois meses. Ele depende de mim para tudo. Não desisti de conseguir o direito na Justiça de meu filho tomar a medicação” .

Fonte: Jornal A Tribuna

Fale com os gestores