terça-feira , 19 junho 2018
Capa » Feiras » Balanço da FCE Cosmetique e FCE Pharma: edição 2018 surpreende participantes
Balanço da FCE Cosmetique e FCE Pharma: edição 2018 surpreende participantes
Foto: NurnbergMesse Brasil

Balanço da FCE Cosmetique e FCE Pharma: edição 2018 surpreende participantes

Entre os dias 22 e 24 de maio, as feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma transformaram o São Paulo Expo no principal polo de atualização profissional e negócios para as indústrias de cosméticos, medicamentos, complementos nutricionais, logística e outros serviços relacionados a esses setores. Durante três dias, 16.224 visitantes encontraram soluções e lançamentos de 1100 marcas em mais de 40.000m² de exposição.

“Concluímos uma edição histórica para ambas as feiras. Esta foi a maior FCE Pharma de todos os tempos, evidenciando a importância do evento para o mercado”, comenta o presidente da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo. “Já a FCE Cosmetique, 20% maior este ano, trouxe um público ainda mais qualificado para o pavilhão, que pôde entrar em contato com as principais fornecedoras globais de matérias-primas para cosméticos”.
As negociações estavam a todo vapor no pavilhão cosmético e animaram os expositores. “Gostamos muito do evento. Não apenas foi melhor do que no ano passado, mas nosso estande ficou pequeno devido à quantidade de pessoas. Não tivemos descanso. Foram muitos leads e visitas qualificadas”, avalia Christiane Neves, gerente de Negócios para Personal Care da Brenntag. Para a Symrise, a exposição serviu como vitrine para a estreia da marca com estande próprio, ao invés da presença via distribuidores. “Tem sido uma surpresa positiva, que atingiu nossas expectativas. O estande está sempre lotado”, explica Júlio Bombonati, gerente de Marketing LATAM. Gisele Sousa, Business Director LATAM Personal Care da DSM, completa: “é a oportunidade de estarmos mais próximos dos clientes e permite a troca de informações, insights e experiências”.
Consolidada, a área de embalagens e serviços também saiu com resultados positivos. Gerente de Vendas da Vidraria Anchieta, Luiz Marcelo Genzerico aproveitou a força do evento para apresentar os lançamentos. “Viemos mostrar o novo posicionamento da empresa e fazer novos negócios. Inclusive, trouxemos cinco lançamentos e foi sucesso total. O movimento este ano foi fantástico: fechar negócio dentro da feira, algo que não acontecia conosco, este ano aconteceu”.
O novo pavilhão de Aerossol, lançado na edição de 2018, também cumpriu com sucesso a missão de reunir empresas do segmento e apresentar novidades para o mercado cosmético. Attila Julio Almásy, diretor Comercial e de Vendas da Aercamp elogiou a iniciativa. “É para as pessoas terem coragem de criar produtos aerossol em sua linha de cosméticos”, diz. Anderson Menezes, gerente de Desenvolvimento de Pacotes da Plastipak, também recebeu a novidade com felicidade. “Tem sido bastante produtivo, tanto por localidade quanto movimentação e exposição”, comemora. Emerson Klein, do time de Vendas da divisão de plásticos da JBS, que chegou ao mercado faz apenas dois anos, disse que a FCE tem sido grandiosa para o ramo. “Temos recebido muitos clientes. É um segmento que cresce dois dígitos ao ano”, contou.
No pavilhão farmacêutico, o crescimento da feira e a diversidade de segmentos impressionou os participantes. “É a melhor feira do mercado latino-americano”, diz Diego Garcia Morais, diretor de Vendas e Marketing da Renolit. Rodrigo Alvarez, diretor de MES Pharma da Siemens complementa: “Percebemos a qualidade dos visitantes, o nível melhorou muito. Foram muitas visitas de diretores, gerentes, tomadores de decisão”. Carmen Thaler, gerente de Marketing da Optel Group, também compartilha da mesma opinião: “a qualidade dos visitantes é muito boa. Entendemos que a FCE é uma das principais feiras cobrindo este mercado, por isso a importância de estarmos aqui”.
Devido a sinergia das feiras e as oportunidades de negócios, algumas empresas conseguem oferecer soluções para as duas indústrias. Liliana Brenner, diretora de marketing Latino américa para Care Specialties da Ashland, explica a posição estratégica. “Participamos das FCEs há muitos anos e ficamos na divisória entre as duas feiras. A feira tem bastante importância porque conseguimos concentrar a maioria dos nossos clientes todos de uma vez aqui para passar a mensagem de inovação”.
Visitantes dos ramos cosmético e farmacêutico, profissionais de Pesquisa & Desenvolvimento também elogiaram o modelo das exposições. “Tem bastante inovação. Saio bem satisfeito”, opinou Guilherme Gabriel, encarregado de sólidos orais da Cristália. Leonardo Lopes, Business Development Manager do Grupo Cimed, complementa: “a feira consegue unir novidades desde a área técnica, de inovação voltada para o desenvolvimento de produtos, até produtos finalizados, que é nosso intuito de trazer o medicamento para o paciente de maneira mais rápida e com qualidade”.
Cintia Caroline de Moraes, responsável de P&D da Mag Estética comenta que encontra todos os itens necessários para a empresa. “Principalmente quem é de P&D fica sabendo de detalhes importantes. As principais empresas estão aqui. A feira proporciona para nós o conhecimento e a gente oferece para o mercado”, completa. Já Maria Claudia Pontes, Diretora-Presidente da Weleda, aproveita para visitar os dois pavilhões. “Venho para conhecer mais sobre o setor cosmético e me atualizar na área farmacêutica. Aqui encontramos pessoas com uma visão um pouco diferenciada e que não estão no dia a dia do mercado farmacêutico tradicional, então é muito enriquecedor”, explica.
Atrações e programação simultâneas
As feiras apresentaram programações paralelas de conteúdo, em parceria com com entidades como a Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), que apresentou o 32º Congresso Internacional. Entre os presentes no congresso, esteve Jonathan Biancarelli, diretor de Estratégia Digital da L’Óreal Paris. “O Brasil é um tesouro para novas marcas, porque já está à frente de muitas mudanças de mercado. E a feira é muito valiosa, pois podemos discutir com as empresas e consumidores, para entender como eles reagem, e aproveitar a interação”.
Membro da diretoria da ABC e coordenadora do congresso, Tânia Sá Dias faz um balanço sobre a sincronia entre o que foi apresentado nos painéis e nos estandes. “São tendências de mercado como o boom dos produtos masculinos, sofisticação e o crescimento contínuo do setor. Mesmo em um período de crise, aumentou o número de marcas de maquiagem, produtos que, antes, só poderiam ser importados. O consumidor não quer algo padrão, mas sim algo personalizado, e isso é algo que vemos cada vez mais aqui”.
Além da Arena do Conhecimento, sucesso absoluto com mais de 60 participações em cada palestra com conteúdos para as duas indústrias, também ocorreu o tradicional Simpósio da Academia Nacional de Farmácia e o InnoPharma Conference, novidade apresentada nesta edição.
Ao longo dos seus três dias, FCE Pharma e FCE Cosmetique também receberam importantes rodadas de negócio, do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) e Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica (Abiquifi), com empresários nacionais e estrangeiros, em busca de novos parceiros comerciais. “Além da conversa face a face, os participantes podem visitar e feira e conhecer os expositores, o que abre novos canais de negociação. É uma experiência válida e altamente produtiva. Queremos repetir esse formato em outros eventos”, comentou Dario Sanchez, gerente regional da CIESP.
Fonte: FCE Pharma

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*