domingo , 27 maio 2018
Capa » Instalação

Instalação

Teuto começa o ano com mais 72 vagas de emprego abertas em Goiás

Há mais de 7 décadas no coração do Brasil, o Laboratório Teuto aposta na geração de empregos, no desenvolvimento regional e oportunidades de crescimento profissional. Atualmente, a companhia está com 72 vagas abertas para as funções de auxiliar de produção, assistente administrativo, analista fiscal, supervisor de produção e para os setores de expedição e serviços gerais. Leia Mais »

GSK lança dois medicamentos para doenças respiratórias no Brasil em 2017

Vanisto e Nucala passam a integrar a linha respiratória da companhia no país. Abrangência de portfólio permite a prescrição do medicamento mais adequado para cada tipo de paciente

A GSK está lançando no Brasil mais um medicamento para compor sua linha de produtos para o tratamento de doenças respiratórias. O Vanisto (brometo de umeclidínio [UMEC]) é um antagonista muscarínico de longa ação (LAMA) com dose única diária, indicado para o tratamento de manutenção da broncodilatação para alívio dos sintomas associados à doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC),1 condição de saúde que afeta cerca de sete milhões de pessoas somente no Brasil.2

O programa de desenvolvimento clínico de Vanisto incluiu seis ensaios clínicos de fase III, avaliando pacientes com DPOC tratados com umeclidínio ou placebo.1 O lançamento do produto ocorre após a aprovação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), em 2016.6

Outro importante produto desenvolvido pela empresa, ainda na linha respiratória, é o Nucala, que recebeu aprovação da Anvisa em agosto e deverá chegar ao mercado até o final do ano.3 O Nucala (mepolizumabe) é indicado como tratamento complementar de manutenção da asma eosinofílica grave em pacientes adultos.7 O medicamento é a primeira e única terapia biológica aprovada para o bloqueio da interleucina-5 (IL-5), que desempenha um papel importante na regulação da função dos eosinófilos, célula inflamatória presente em grande quantidade em pessoas com asma grave eosinofílica. O bloqueio da ação da IL-5 limita a produção de mais eosinófilos pela medula óssea e diminui o número de eosinófilos na corrente sanguínea e nos pulmões.3

“Temos o portfólio respiratório mais amplo da indústria para o tratamento da asma e da DPOC. Essas doenças têm diferentes níveis de gravidade e os pacientes têm diferentes necessidades e requisitos para o tratamento das duas condições de saúde”, afirma Aleksey Kolchin, VP e gerente geral da divisão Farmacêutica no Brasil.

De acordo com Robson Lima, diretor médico da GSK no Brasil, “a nova geração de medicamentos para doenças respiratórias é evidência clara dos benefícios que nossa pesquisa pode proporcionar aos pacientes. Estamos olhando para além dos medicamentos inalatórios, buscando soluções que nos ajudarão a atender às necessidades do paciente no futuro”, concluiu.

A cada ano, 4,2 milhões de mortes são causadas por doenças respiratórias.4 A companhia está na vanguarda em pesquisa e desenvolvimento de medicamentos respiratórios por mais de 45 anos.5 Nos últimos quatro anos, nova geração de medicamentos para doenças respiratórias foi lançada, tais como Relvar e Anoro, disponibilizados por meio do dispositivo Ellipta.5

GSK – uma das principais empresas farmacêuticas e de saúde baseadas em pesquisa do mundo – está empenhada em melhorar a qualidade da vida humana, permitindo que as pessoas façam mais, se sintam melhor e vivam mais. Para mais informações, visite www.gsk.com.br

Referências

  1. VANISTO (brometo de umeclidínio). Bula do produto.
  2. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PORTADORES DE DPOC. Principais informações sobre a DPOC. (1014) Disponível em: <http://www.dpoc.org.br/perguntas-frequentes 2014>; Acesso em: 10 out. 2017: Web, 1-5
  3. ANVISA. Aprovado medicamento inédito para asma, 2017. Disponível em: <http://portal.anvisa.gov.br/rss/-/asset_publisher/Zk4q6UQCj9Pn/content/id/3527919>. Acesso em: 19 out. 2017.
  4. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Non-Communicable Diseases. Fact Sheet. March 2013. Disponível em : http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs355/en/ . Acessado em julho de 2017.
  5. Relatório Anual GSK 2016. Disponível em  <http://www.gsk.com/media/3609/annual-report-2016.pdf>; Acessado em 16 set 2017.
  6. ANVISA. Registro ANVISA nº 1010703230029 – VANISTO. Disponível em: <https://www.smerp.com.br/anvisa/?ac=prodDetail&anvisaId=1010703230029>. Acesso em: 10 jul. 2017
  7. NUCALA (mepolizumabe). Bula do produto

24a. Destaques do ano Smacna Brasil premia 8 obras

No dia 10 de agosto, aconteceu à premiação do 24º Destaques do ano Smacna Brasil/2016 Convênio Smacna-Abrava, concedido anualmente pelo desdobramento brasileiro da entidade técnico-científica Smacna – Sheet Metal Air Conditioning Contractors’ National Association e a ABRAV.

O prêmio tem por objetivo promover o reconhecimento em âmbito nacional dos melhores trabalhos de engenharia termo ambiental do ano anterior.

Empreendimentos Premiados

Laboratório Sabin de Análises Clínicas – Brasília/DF

Paulista North Way Shopping – Paulista/PE

BACEN – Banco Central de Salvador – Salvador/BA

Aker Solutions–Subsea High Tech Centre  – São José dos Pinhais/PR

Jaguar Land Rover – Itatiaia/RJ

Novo Terminal de Passageiros do Aeroporto Internacional de BH /MG

Hotel Pullman São Paulo Guarulhos Airport – Guarulhos/SP

Porto Atlântico – Rio de Janeiro/RJ

O Prêmio Smacna Abrava é uma forma do mercado buscar elevar sua excelência, seja pelo conhecimento dos seus pares e o desejo de superação, ou seja, pelo usuário melhor informado desejando tem uma instalação melhor. De acordo com a comissão organizadora, a queda do mercado e do PIB aumentaram os desafios de todos, prova disto é que esta edição recebeu um número maior de trabalho, com ótimos projetos e conceitos de Sustentabilidade cada vez mais presente, na prática a criatividade com engenharia aplicada buscando novos caminhos.

Durante a cerimônia de abertura do evento, o presidente da Smacna Brasil, Paulo Cesar Santini, agradeceu a presença de todos e deu início a solenidade “Gostaria de registrar nosso especial agradecimento às empresas patrocinadoras e colaboradoras pelo importante apoio contribuindo para a realização e abrilhantamento da nossa premiação. Parabenizo ainda, todos os profissionais diretos e indiretos por suas realizações de excelência”.

Ainda, na abertura, o presidente da ABRAVA, o engo. Arnaldo Basile, destacou o trabalho da SMACNA com está premiação na disseminação das inovações tecnológicas e das boas práticas da engenharia. “Destaco o espírito empreendedor de todos profissionais dedicados a este setor, que tem desenvolvido suas atividades com força e vigor, apontando um Brasil que tem suplantando o momento econômico atual, complexo e desafiador” finaliza.

Para o engo. João Carlos, diretor da Smacna, “ Foi gratificante ver a evolução positiva do nosso setor em crise, com um mercado em recessão, e ver estes empreendimentos multiplicarem seus recursos e atingirem níveis de excelência para o recebimento desta premiação”.

O engo. Aldo Bianco foi o homenageado do dia e recebeu o Troféu Fair Play 2017. O critério de escolha se deu por se tratar de uma personalidade do setor, com destaque de sua vivência e contribuição para o desenvolvimento de ações em favor do setor HVAC-R. Por motivo de força maior o Troféu foi recebido por sua família.

Entre os critérios avaliados pela comissão técnica, as obras devem possuir características que as diferenciam das convencionais nas instalações adotadas para fins de condicionamento de ar, refrigeração, ventilação e aquecimento e seguir as seguintes condições: aprovação e satisfação do cliente; coordenação entre cliente, projetista, instalador e fabricantes de equipamentos; e conformidade com normas técnicas, de segurança e meio ambiente vigentes, além de manuais e recomendações da Smacna/Abrava, e todas as importantes orientações do Regulamento e Instruções Gerais sobre o Premio Smacna, muitas vezes tais ações são lideradas por um agente de” commissioning”. A premiação é dividida entre as categorias de: Obra Nova e Retrofit nos quesitos Conforto e Industrial.

Para reconhecimento da obra como Destaque do Ano, que homenageia o cliente final, o instalador e o fabricante, as mesmas devem seguir padrões técnicos de trabalhos de engenharia termo ambientais, que colocam sob foco avaliador méritos como concepção técnica, excelência de qualidade da instalação, versatilidade operacional, inovação e incorporação de artifícios que traduzam economia e/ou uso racional de energia, e, por extensão, preservação do meio ambiente, incluindo sustentabilidade.